Escolha o Idioma

Balneário Camboriú

Publicado em 18-09-2016 1 Comentário

São Paulo a Balneário Camboriú de carro e com as crianças

Pela primeira vez fizemos a viagem entre São Paulo e Balneário Camboriú de carro e com as crianças. Ida e volta. As Laranjinhas Vitória e Giovana, de 7 e 4 anos, estão acostumadas a viajar, mas sempre ficamos na dúvida sobre como aguentarão uma viagem longa de carro.

Na ida percorremos os mais de 600 quilômetros com o novo Citroën AirCross 1.6 automático em uma viagem que, com 2 paradas incluindo o almoço, durou cerca de 8/9 horas. Na volta, fizemos em cerca de 7 horas. A viagem é feita principalmente, pelas Rodovia Fernão Dias e depois pela BR 101. Há trechos melhores, alguns mais complicados por não serem duplicados e bastante caminhão ao longo do caminho. Mas, no geral, foi uma viagem tranquila. Fizemos os caminhos durante o dia.

Na ida de São Paulo a Balneário Camboriú, fizemos uma primeira parada para café da manhã no posto Fazendeiro em Miracatu, a cerca de 2 horas de São Paulo. A estrutura é ok, com banheiro limpo. Achei as comidas um pouco caras. Se as meninas não tivessem pedido para parar, seguiríamos para a primeira parada na região de Registro, um pouco mais a frente, para ir a um dos postos da rede Graal, nesta área.

Mesmo se as crianças não pedirem, vale a pena parar nesta região porque depois há um bom trecho de estrada por dentro do Parque Estadual do Rio Turvo. Sem posto.

Uns 20 min depois que o Parque acaba, há postos novamente, como os da rede Pelanda, com combustível Ipiranga.

Estávamos considerando parar em Curitiba na ida para almoçar, mas como as crianças estavam dormindo, passamos direto. Acho que a cidade pode ser uma boa parada caso você queira também curtir o caminho.

Estrada sem fim

Paramos para almoçar a cerca de 135km do destino final, logo no início da própria BR 101 (km 2 ou 3), no final da serra. Assim que você passar o pedágio, verá a Banca e Lanchonete Silva, ao lado direito. O almoço foi simples, muito bom e bem caseiro: arroz, feijão, salada tomate e alface, farofa, chuleta, frango ou peixe por R$ 19,90. Pedimos 2 para nós quatro e deu super bem. O suco de laranja natural custa R$ 5,00. O banheiro não é super limpo porque é aberto para a estrada mas dá para usar nas emergências… Descobrimos que “Banca” são estas paradas que misturam restaurante / café e loja de conveniência. Nestas “bancas”, você vai encontrar também produtos locais, como suco de uva, biscoitos e doces da região e artesanato… não sabia!
Daí, já seguimos direto para o Infinity Blue, onde ficamos hospedados. As meninas ficaram animadíssimas quando estávamos bem pertinho e vimos as placas do Beto Carrero World, em Penha.

Na volta de Balneário Camboriú para São Paulo, viemos mais “direto”, parando apenas 1 vez, já na Régis.

No final da BR 101, fique atento aos últimos postos de combustível antes de entrar na Serra, na altura de Garuva. Esta serra é na APA (área de Preservação Ambiental) Estadual de Guaratuba, um bonito caminho de Mata Atlântica, mas bastante sinuoso também. A atenção tem que ser total neste trecho que, como em todo o percurso, tem muitos caminhões.

Depois da BR entra na Régis Bittencourt. Aqui paramos para tomar um lanche e encontramos um ótimo posto, no KM 52. O Posto Tulio tem preços justos, bons lanches, café, buffet de almoço, lojinha e internet. Os banheiros estavam relativamente limpos. Há uma área ao fundo grande salão com um espaço para crianças com alguns livrinhos, quebra cabeça…

O trecho do Parque Estadual do Rio Turvo é muito bonito. Tem muitas curvas também mas um visual incrível. Engraçado é que logo junto ao parque, tem enormes plantações de banana. As meninas brincaram que iam nadar em um mar de bananas!

Daí seguimos direto para casa!

No geral, os piores trechos do percurso são a Serra do Cafezal, na Fernão Dias, a cerca de 100km de SP e a BR 101 nas áreas mais metropolitanas, como perto de Itajaí. Na serra do Cafezal, o asfalto está ruim, com pista dupla e muitos caminhões. Ha alguns trechos da serra sendo duplicados, mas ainda está ruim. Na BR 101, próximo a Itajaí, é um trecho que mistura estrada com trânsito local. Pegamos bastante trânsito na hora do rush e vimos 3 engarrafamentos.

Se tiver tranquilo de tempo e quiser curtir o trajeto, você pode incluir algumas paradas interessantes, com ou sem hospedagem. Ainda no Vale do Itajaí você encontrará lojas de roupas de cama, toalhas e cristais na beira da BR 101 ainda próximo à Balneário Camboriú e Itajaí, além da charmosa Pomerode.

Se quiser dormir em Curitiba, o bairro Battel é uma boa opção. A melhor fonte para dicas da cidade é o blog Matraqueando, da Silvia.

Próximo a Curitiba, um desvio muito bonito é pegar a Estrada da Graciosa indo até Morretes veja meu post anterior aqui.

Esta é uma estrada inaugurada em 1873, muito sinuosa, com alguns pedaços com chão de paralelepípedos e uma vista inacreditável. Em Morretes, aproveite para comer um barreado, prato tradicional dos tropeiros da região. Já mais próximo a São Paulo, o Núcleo Capelinha, no Vale do Ribeira, perto de Cajati e Registro. Nesta região foi encontrado o fóssil de um homem de cerca de 9.000 anos, um dos mais antigos das Américas. Hoje, este núcleo tem um Centro de visitação, cachoeiras e muita natureza. Perto de Registro fica também a Caverna do Diabo.

Como eu falei acima, fizemos a viagem com o novo Citroën AirCross 1.6 Shine automático. Clique aqui para ver o que achamos depois de rodar 2.000 kms com o carro.

Onde ficamos –  para quem vem de mais longe, como nós de São Paulo, acho que vale passar um tempo pela região que é linda. Nós ficamos no hospedados no Infinity Blue – Resort & SPA em Balneário Camboriú. Fica a apenas 36km do Beto Carrero World e tem uma ótima infra, quartos e alimentação. Acho que valeu muito a pena, porque aproveitamos os outros dias para curtir o hotel e a praia. Veja como foi nossa experiência lá no vídeo abaixo e clicando aqui!

Veja mais dicas de Balneário Camboriú, clique nos links abaixo:

Parque Unipraias 

BC by Bus, o tour com ônibus 2 andares em Balneário Camboriú

Beto Carrero, veja como é passar o dia no melhor parque temático da América do Sul.

Agradecemos a Citroën por nos emprestar o AirCross para o teste.

Não viaje sem seguro, faça o seu clicando aqui!

Siga nosso Instagram e veja antes as imagens das nossas viagens!

Não perca nosso Periscope – @ajanelalaranja

Publicado por

Comentários do Facebook

Comentários do Blog - 1 Comentário

Deixe seu Comentário






Artigos Relacionados

19-07-2017 Comentar

Os 5 melhores cafés de São Paulo

Não importa qual a estação do ano. Tomar café sempre será gostoso em qualquer clima. Afinal, um cafezinho fresquinho com um pedaço de bolo pode melhorar (e muito!) o nosso dia, não é? Por isso, separei as 5 cafeterias que eu vou em São Paulo e que você precisa conhecer. São opções descoladas e diferentes. Coffee […]

17-07-2017 Comentar

A piscina nova, festa Junina e férias de julho na Fazenda Capoava

Ainda dá para curtir as férias em um hotel fazenda perto de São Paulo que adoramos: a Fazenda Capoava. Quem acompanha o blog sabe que gostamos bastante de lá porque, além de ser lindo, fica bem pertinho de São Paulo, em Itú. Voltamos lá para conferir a mais recente melhoria que é a deliciosa piscina […]

11-07-2017 Comentar

Aproveite as férias para conhecer a cidade de São Roque

Para quem busca um passeio de final de semana próximo à São Paulo, o município de São Roque oferece passeios variados e que podem agradar toda a família. Em primeiro lugar, para quem gosta de um bom vinho, São Roque abriga mais de 30 estabelecimentos distribuídos por três vias que formam o chamado Roteiro do […]

GeraLinks - Agregador de links