Conheça a vinícola Terranova, no Vale do Rio São Francisco, na Bahia.

por: Marcio Nel Cimatti 22/10/2018
Booking.com

Sim, você leu direito: vinícola na Bahia. Se você ainda tem algum preconceito com vinhos nacionais essa é a sua chance para acabar de vez com isso. Saiba que a GOL, companhia aérea, já serve vinhos e espumantes produzidos no Vale do São Francisco para seus clientes mais exigentes da classe executiva e da sala vip.

Vou te contar como foi a minha visita à vinícola Terranova, que é do grupo Miolo, para você saber como planejar uma sua viagem para lá.

Eu fui com o voo da GOL que sai de Guarulhos a noite direto para Petrolina. Você pode fazer o mesmo em uma sexta-feira e acordar sábado em frente ao rio São Francisco.

Reserve a visita na vinícola e aproveite o caminho para reparar como a região vem se desenvolvendo com o plantio de frutas tropicais e com as uvas para o mercado interno e para exportação.

Graças à captação de água de forma organizada e controlada do rio São Francisco, essas plantações se tornaram viável nessa região tão árida do sertão entre os Estados da Bahia e de Pernambuco.

No ano 2000, o Grupo Miolo desembarcou em Casa Nova, na Bahia, onde adquiriu a Fazenda Ouro Verde que produzia ainda que timidamente uvas na fazenda. A fazenda foi reformada, novas uvas plantadas e testadas no solo. Depois de inúmeras tentativas, descobriram as uvas que melhor se adaptaram ao solo e ao clima da região. Hoje, são 200 hectares dedicados a essas uvas.

Vou te contar como foi a minha experiência. Cheguei por volta das 10 da manhã na vinícola com um grupo de jornalistas e blogueiros e tivemos o privilégio de fazer o tour com o Adriano Miolo, que é da família fundadora e enólogo do Grupo.

Adriano Miolo

Andando pela fazenda, eu conheci como um método e controle de irrigação faz com que nessa fazenda se produza uva duas vezes por ano. Com o sistema de gotejamento de água, eles conseguem reproduzir e controlar as quatro estações do ano perfeitamente. Foi muito interessante de acompanhar, veja na sequência de fotos os diferentes estágios.

Parreira sendo fixada vinícola Terranova Miolo

Parreira crescendo vinícola Terranova Miolo

Parreira com montanha vinícola Terranova Miolo

Parreira carregada vinícola Terranova Miolo

Marcio Miolo

Parreira laranja vinícola Terranova Miolo

Depois de ver os estágios da plantação, consegui ver a máquina que colhe a uva para produção de vinho e a colheita manual de uvas de mesa.

Seguimos para dentro da sede e da fábrica após vermos as parreiras de perto, no calorzão. Nessa parte interna, acompanhamos a parte da produção mesmo, onde as uvas chegam, os toneis, barris e os processos de engarrafamento e rotulagem.

Sede da vinícola Terranova Miolo

Enóloga vinícola Terranova Miolo

Barril de carvalho

Garrafas vinícola Terranova Miolo

Garrafas Miolo

Garrafas em linha vinícola Terranova Miolo

Até que chegou a hora mais aguardada, que foi a degustação. Hora que eu descobri como são os vinhos e principalmente os espumantes produzidos na Terranova.

Miolo Tinto Syrah

Eu experimentei duas bases de espumante, o que foi bem interessante para conhecer os cortes. A primeira base foi a safra 2018 da Chenin Blanc, que é uma base ácida com notas de pera. A segunda foi a Sauvignon Blanc.

Logo em seguida, provei a Terranova Brut. Bem leve e fresca, vai super bem nos dias de calor, para tomar na piscina ou na praia. Na sequência, provei a Terranova Brut Rosé, uma brut com pouco menos de açúcar. Para quem gosta de rosé, vale a pena experimentar. Fechei a degustação dos espumantes com o Terranova Moscatel, que é o mais vendido e vai bem com doces.

Aí chegou a hora que me surpreendeu: degustei dois tintos. O primeiro deles foi o Miolo Single Vineyard Syrah, feito com uvas de um vinhedo exclusivo chamado mandacaru e com produção pequena. Ele tem tanino persistente e baixa acidez. É um vinho de média a alta estrutura, de intensa presença em boca.

O segundo vinho foi o Testardi, a maior surpresa da visita. Testardi, significa “teimoso” e o nome foi escolhido pelas pessoas que acreditaram que era possível elaborar esse bom vinho ali, na terra árida do Vale do São Francisco. Ele é o exemplo de como a uva Syrah se adaptou bem a essa região do Brasil.

Testardi Miolo

Anote mais essa dica! Um jeito interessante de conhecer a vinícola é fazendo o passeio do Vapor do Vinho que além da visita a vinícola tem a navegação com direito a mergulho no lago de Sobradinho e um almoço com as delícias da gastronomia local. Veja mais detalhes nesse link e no vídeo acima.

Campo vinícola Terranova Miolo

Serviço:

Visita à Terranova  – valor R$ 15,00 e inclui degustação de 2 rótulos.

As visitas podem ser feitas de segunda a sexta, às 9h ou 14h ou nos fins de semana com agendamento antecipado.

Mais informações nesse site: http://www.miolo.com.br/enoturismo/

Passe na loja da vinícola e compre os vinhos que mais gostou! No aeroporto de Petrolina é permitido cada pessoa levar na mão até 6 garrafas. O pessoal da loja coloca em uma caixa para você.

Loja vinícola Terranova Miolo

Loja da vinícola Terranova

Como chegar?

Saindo de São Paulo a Gol tem voo direto para Petrolina. Consulte os horários aqui

Onde Ficar?

Eu fiquei no Nobile de Petrolina, provavelmente o melhor hotel da região. Clique aqui para reservar!

Agradeço o convite da Miolo e Gol

Ajudamos você com sua Viagem!

O hotel que você está procurando está no Booking

Alugue seu carro em 10x no Brasil sem o IOF de 6,38%

Sua Passagem em 10x aqui no Viajanet

Se estiver pensando em Resort, o Zarpo tem os melhores preços

Não viaje sem seguro, faça o seu agora! Clique aqui.

Compre seu ingresso da Disney, da Universal e do Sea World aqui

Seu ingresso da Broadway, do Cirque du Soleil e City Pass, você encontra aqui



Comentários do Facebook

Comentários do Blog

Deixe seu Comentário






© 2006-2018 | A Janela Laranja - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar