Ojos del Salar e Laguna Cejar no Deserto do Atacama, Chile

por: Marcio Nel Cimatti 04/12/2018

Fizemos um passeio para conhecer duas atrações muitos diferentes no Deserto do Atacama, os Ojos del Salar e a Laguna Cejar.

Saímos cedo, depois de um café da manhã reforçado no Tierra e fomos direto para os Ojos del Salar, dois buracos enormes mais ou menos do mesmo tamanho que parecem dois olhos, por isso o nome Ojos del Salar ou seja Olhos do Salar.

Diferente de outras lagoas da região, os Ojos del Salar tem água doce e, como o nosso guia nos contou, provavelmente foi formado por uma enorme pressão da água do subsolo em um solo pouco resistente milhares de anos atrás.

Não entramos na água, estava muito gelada e mesmo sabendo nadar, a profundidade e a pouca estrutura para entrar e sair em uma das lagoas onde é permitido o mergulho não nos encorajaram.

Aproveitamos para fazer muitas fotos. A paisagem é realmente espetacular e única. Lagoas no meio do deserto mais árido do mundo.

Ojos del SalarSaímos de lá e fomos para uma outra lagoa, a Laguna Cejar, que tem uma característica muito especial existente em pouquíssimos lugares no mundo.

Chegamos na Laguna Cejar, que não verdade são três lagoas, uma chamada de Laguna Cejar, a Laguna Baltinache e a Laguna Piedra, que é a única onde o banho é permitido.

Lagoa Cejar
Lagoa CejarNão é a coisa mais agradável do mundo entrar na Laguna Piedra. A água é fria, o chão, até chegar na nas lagoas que ficam cerca de 200 metros da entrada, é de pedras de sal, venta bastante e o pior: a água tem alta concentração de sal. Justamente esta contração é que diferencia essas lagoas, pois ela não permite que os banhistas afundem.

Lagoa CejarOs turistas que conhecem o Mar Morto fazem uma comparação imediata. Quando nós fomos, havia poucos corajosos na água. A Vitória ficou na dúvida, achou que estava frio mas depois de alguns minutos tomou coragem e entrou.

Ficou pouco tempo, viu como o sal “segura” o corpo na superfície e logo saiu incomodada com o efeito do sal na pele. Mesmo sem mergulhar a cabeça. Aliás essa é uma recomendação, nada de colocar os olhos nem o nariz na água.

Lagoa CejarMas como a concentração de sal é muito alta, a Vitória sentiu arder e coçar a pele. Saiu correndo. Os chuveiros de água doce ficam na entrada e acaba sendo uma caminhada longa quando a pele está ardendo. O passeio todo é muito interessante e acabou propositalmente na hora do pôr do sol.

Lagoa CejarO pessoal do Tierra prepara uma mesa com frios, petiscos, suco, cerveja e vinho chileno para os hóspedes contemplarem o espetáculo do final do dia nas lindas lagoas cercadas de montanhas e vulcões.

Lagoa CejarEste por do sol entrou para a minha lista de um dos mais lindos que já vi na vida. Emoldurado pelas lagoas e pelos vulcões do outro lado, as cores foram incríveis! Precisávamos voltar para o hotel, mas queríamos aproveitar até o último minuto daquele céu que parecia pegar fogo.

Se fizer o passeio, tente pegar o por do sol por lá.

Viajamos para o Chile com apoio do Tierra Atacama, GTA Assist, Hotel Antumalal e Marcio vestiu No Age.

Ajudamos você com sua Viagem!

O hotel que você está procurando está no Booking

Alugue seu carro em 10x no Brasil sem o IOF de 6,38%

Sua Passagem em 10x aqui

Se estiver pensando em Resort, o Zarpo tem os melhores preços

Não viaje sem seguro, faça o seu agora! Clique aqui.

Compre seu ingresso da Disney, da Universal e do Sea World aqui

Seu ingresso da Broadway, do Cirque du Soleil e City Pass, você encontra aqui



Comentários do Facebook

Comentários do Blog

Deixe seu Comentário






© 2006-2018 | A Janela Laranja - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar