3 motivos para fazer seguro viagem para criança

por: Marcio Nel Cimatti 06/05/2019

O preço das passagens, encontrar a hospedagem perfeita, seguro viagem e programar atividades no roteiro que agradem a todos. Muita coisa precisa ser pensada e feita para garantir que as férias em família sejam inesquecíveis. Porém, as pessoas tendem a esquecer ou deixar para a última hora um detalhe muito importante: a contratação do seguro viagem. Principalmente no seguro de viagem para as crianças.

Se você pretende viajar com seus filhos, essa proteção se torna ainda mais importante! Afinal, sabemos que crianças vão arranjar maneiras de brincar onde quer que estejam e podem acabar se machucando sem querer. Por isso, vamos para os três motivos mais importantes para você contratar um seguro viagem para criança.

Crianças fotografando

1) Alguns países exigem seguro viagem para entrar

O seguro viagem pode ser um critério de entrada no país que você pretende visitar. Sim, é importante entender que você pode ser mandado de volta para o Brasil caso não apresente uma documentação que comprove a contratação do seguro viagem. E o mesmo vale para criança, mesmo que ela ainda seja um bebê.

Isso acontece porque ele é uma forma dos países garantirem que, caso você precise de assistência médica durante a sua viagem, você seja atendido sem gerar uma dívida ou dar despesas para o país.

Quais países exigem seguro viagem para entrar?

Na Europa, existe o Tratado de Schengen, um acordo entre 26 países para regular algumas regras de trânsito de pessoas no seu espaço. Entre elas, está a exigência do seguro viagem. Na Europa ainda é exigido o seguro viagem, para criança e para adultos, em outros países, como no Reino Unido, que não aderiu ao tratado.

Nos outros continentes, o seguro viagem é necessário em países como Cuba, Venezuela e Austrália para passar na imigração. É sempre importante verificar a existência ou não dessa exigência antes de viajar, não importa para onde você for.

Crianças na montanha

2) Um atendimento médico sem seguro viagem pode ser muito caro

“Não tem problema, eu tenho cartões de crédito e vou levar dinheiro para emergências”, você pode estar pensando. Porém, é sempre bom se informar da realidade de um atendimento médico fora do seu país antes de decidir por viajar sem seguro viagem, dessa forma você evita sustos desnecessários.

Como levantado pelo site Para Onde For, uma cirurgia de apêndice, que tem caráter emergencial e na maioria das vezes não mostra sintomas prévios, sai cerca de US1.000 na Argentina. Porém, o mesmo procedimento pode chegar a 8 000 € em média na Europa e a U$35.000 nos Estados Unidos.

Ainda nos Estados Unidos, um simples exame de sangue para detectar alergias ou alguma inflamação pode custar até U$200! Já na Europa, uma fratura na perna pode resultar em um gasto na ordem das dezenas de milhares de euros. No Canadá, o blog Mala de Aventuras descobriu que o custo de lidar com essa mesma fratura também chega a 40 mil dólares canadenses.

Esses são destinos muito visitados pelos brasileiros anualmente, porém com atendimentos médicos muito caros. Ainda assim, com frequência os turistas consideram o custo do seguro viagem supérfluo e optam por arriscar mesmo assim. A não ser que você esteja disposto a pagar esses valores, nós não aconselhamos descer no seu destino sem um seguro viagem para criança e para você!

3) O seguro viagem não cobre só atendimentos médicos

Apesar de ser realmente a causa mais comum para acionar um seguro de viagem, as despesas médicas não são as únicas coisas cobertas por essas proteções. A cobertura varia de acordo com o plano contratado, mas muitos também resolvem questões dentárias que possam aparecer e até mesmo gastos com remédios.

Ainda nesse sentido, se você está viajando sozinho com o seu filho ou filha e contratou seguro viagem para criança, caso ela tenha uma emergência médica, o pai ou mãe que ficou no Brasil poderá usar o seguro viagem do paciente para pagar uma hospedagem e passagem emergenciais se for necessário.

E, por fim, totalmente à parte das questões de saúde, o seguro viagem também pode cobrir extravios de bagagens. Imagine o problemão que seria, ao viajar com seu filho pequeno, se o carrinho da criança não chegasse ao seu destino? Nesse caso, se você estiver prevenido, bastaria acionar o seguro viagem para ser reembolsado pelo extravio e comprar um novo carrinho.

Quero contratar um seguro viagem para criança, o que eu faço?

Está convencido de que o seguro viagem é uma proteção necessária para prevenir algum problema que possa aparecer na sua viagem? Então vamos à contratação do plano!

Seguro viagem só para criança?

A primeira coisa que você precisa saber é que não existe seguro viagem específico para criança. Ou seja, o mesmo seguro que você fechar para seus filhos, pode ser contratado para você.

Rede credenciada

É importante, porém, verificar de antemão a aceitação do plano na rede de hospitais do local. Afinal, na hora de uma emergência, o ideal é que você consiga levar suas crianças com facilidade para um pronto-socorro próximo.

Para contratar o seguro viagem

Por fim, você pode contratar o seu seguro viagem de diversas formas. Para quem prefere métodos mais tradicionais, é possível ir direto em uma corretora de seguros ou agência de turismo, para que profissionais possam fazer a cotação dos valores e levantar planos que atendem o seu país de destino.

Agora, se você é uma pessoa que prefere não falar com ninguém e resolver tudo online, é fácil.

Você pode ainda contratar seguros online no site dos principais bancos e seguradoras, além de em sites especializados, como o Seguros Promo que nós sugerimos. Use nosso cupom AJANELALARANJA5 e ganhe mais 5% de desconto!

Agora que você já tem todas as informações que precisa para uma viagem deliciosa e segura com os seus filhos, anote na sua agenda para não esquecer de fechar o seguro viagem e relaxe! Afinal, você está prestes a sair de férias!



Comentários do Facebook

Comentários do Blog

Deixe seu Comentário






© 2006-2019 | A Janela Laranja - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar