domingo, agosto 1, 2021
spot_img
HomeA Janela LaranjaPiscinas naturais no Brasil

Piscinas naturais no Brasil

Quando o verão se aproxima, a maioria dos viajantes se programam para aproveitar a época mais desejada de todo o ano. Para os que gostam de se divertir em diversas regiões do país e ainda se refrescar em deliciosas piscinas naturais do Brasil, este é o artigo perfeito. 

Vale lembrar que em nosso país, há a possibilidade de encontrar diferentes lugares paradisíacos com a vantagem de apreciar o melhor que cada região tem a oferecer. Para saber mais sobre as fantásticas piscinas naturais no Brasil. Continue a leitura a seguir!

Confira também – Conheça os principais roteiros para turismo e gastronomia no Brasil

Piscinas-naturais-no-Brasil

Piscinas naturais 

Formadas nas luas novas e cheias e ao longo da maré baixa, as piscinas naturais são espetáculos da natureza que podem ser muito bem aproveitados pelos turistas. Muitos sites informam sobre a meteorologia e, assim, os visitantes podem se informar se haverá a formação da piscina no dia correspondente ao passeio. 

Depois de realizar essa pesquisa, escolher e programar a visita até a piscina natural, basta aproveitar as águas cristalinas para nadar e ver de perto os belos peixes. A impressão é de estar imerso em um aquário natural grande repleto pela biodiversidade marinha. Por isso, vale muito a pena conhecer e desfrutar das piscinas naturais brasileiras. Confira a seguir algumas opções.

1- Porto de Galinhas (PE)

Na localidade de Ipojuca, em Pernambuco, pode-se encontrar as belas piscinas naturais que se estruturam ao redor dos recifes de corais. Os turistas podem dar alimento aos diferentes peixes coloridos do local e ainda conseguem andar sobre belíssimos corais. 

O grande cuidado nessa localização é para que não haja nenhum acidente com os ouriços, pois eles podem ferir os pés e comprometer o passeio de maneira indesejada. Caso for da preferência do visitante, há a possibilidade de realizar o passeio em jangadas e, de uma forma ou de outra, será uma experiência única. 

2- Taipu de Fora (BA)

Localizadas na Bahia, as piscinas naturais de Taipu de Fora formam uma paisagem incrível que faz um verdadeiro apelo para a realização de um bom mergulho. O aconselhável é se hospedar por perto para poder aproveitar desde cedo. 

Além de sua beleza natural, em Taipu de Fora, na Bahia, há uma estrutura muito boa com bares e restaurantes que proporcionam um dia cheio de diversão com diferentes espécies como peixes exóticos, lesmas marinhas e tartarugas. 

3- Maragogi (AL)

As viagens para Alagoas exigem uma parada pelas piscinas naturais de Maragogi. É possível admirar a olho nu o espetáculo natural de Alagoas, principalmente, pela sua água cristalina que é apelidada como sendo o “Caribe brasileiro”. 

Vale mencionar que a cidade se encontra em uma região de preservação ambiental e, além disso, contemplam os apaixonados por ecoturismo, já que possibilita um incrível mergulho para visualizar a existência marinha no local, como também a prática de stand-up paddle e um banho relaxante.

É imprescindível que os turistas se atentem ao agendamento do passeio, pois há a restrição de entrada às praias em determinadas datas do mês de acordo com as condições da maré.

4- Lagoa do Paraíso (CE)

No Ceará, em Jericoacoara, as opções para os turistas relaxarem são muitas. A comodidade e conforto é tamanha que existe a possibilidade de colocar redes de descanso sobre as águas para que os turistas tenham mais descanso ao longo de sua passagem no local. 

O ponto alto é que, sendo oposta a outras piscinas naturais, na Lagoa do Paraíso, os turistas não precisam conferir a tabela da maré. Porém, entre os meses de março e julho, não é apropriado entrar nas piscinas naturais, pois elas não estarão muito cheias, consideradas inadequadas para aproveitamento integral dos visitantes. 

5- Lençóis Maranhenses (MA)

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses localiza-se nos municípios de Barreirinha e Atins no Maranhão. O local fica em meio a uma mata tropical e grandes dunas de areia branca. Para quem gosta de um visual incrível, o conselho é subir nas dunas e apreciar o sol se pondo que é espetacular e único. 

Para entrar nas piscinas naturais do local é preciso entender que o período ideal da visita é entre os meses de agosto e março, isso pelo fato de que nesses meses, as piscinas estão cheias, propícias para o banho.  

6Lagoa Verde e Lagoa Azul (RJ)

Em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, há a possibilidade de conhecer duas das piscinas naturais localizadas no Brasil. Situadas na região de Ilha Grande, em meio a praias belas com águas de cores próprias, estas piscinas são atrativas aos turistas e moradores amantes da natureza.

Lagoa Verde 

A Lagoa Verde possui esse nome por conta de seus corais e águas de tons verdes. Na verdade, o nome do local é Ilha da Longa, situado na Enseada de Araçatiba, no município de Angra dos Reis. De beleza única e proporcionando uma experiência espetacular aos banhistas, a piscina natural recebe visitantes de todo lugar do Brasil e do mundo. 

Lagoa Azul 

Possuindo fundo arenoso, com algumas rochas e águas cristalinas, a Lagoa Azul dispõe de uma beleza espetacular e única, formando uma paisagem digna de aplausos e muitas fotografias para ficar de recordação. Foi dado esse apelido para a piscina natural por conta do longa-metragem de grande renome dos anos 80 de mesmo nome. 

Ela localiza-se também próxima as belas praias da região, como exemplo podemos citar a Grumixama e Baleia. Em ambas piscinas naturais, Lagoa Verde e Lagoa Azul, é possível praticar snorkel e mergulho, considerando que o local possui pequenos peixinhos que valem a pena serem observados em um bom mergulho. 

Para a realização de tais atividades, basta embarcar em escunas, veleiros e lanchas que se mantêm fixadas no local e, caso houver a necessidade de um intervalo para comer e beber após um dia longo de passeio, bebidas e petiscos são oferecidos em barcos e canoas bar.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment - Seguros Promo

Mais populares