Onde almoçar em Bruges? Vá na cervejaria De Halve Maan

145
0

Atualizado em 15/01/2015

Chegamos em Bruges na hora de almoçar no quarto dia do roteiro das cervejarias trapistas na Bélgica. Como o objetivo da viagem foi experimentar ótimas cervejas, deixamos de ir em restaurantes estrelados e adiamos os moles-frites para Bruxelas.

Depois de alguma pesquisa, fomos na De Halve Maan, a única cervejaria que fica no centro de Bruges. Essa não é trapista, mas é super premiada e uma das cervejas produzidas segue a receita de 1856.

No restaurante da cervejaria, que é bem concorrido, além de provar as cervejas, eu comi um flemish beef stew. Prato que em português é bem simples: um picadinho com molho feito com a cerveja escura e batata frita, claro.

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

Acertamos na escolha! O restaurante é bem grande, o que não é muito normal nessas cidades pequenas e as cervejas são muito boas! Justificou uma série de prêmios que eu vi na entrada do restaurante.

TRAPPIST TOUR 2013

De barriga cheia, fomos completar nosso tour por Bruges andando para fazer a digestão.

TRAPPIST TOUR 2013

Nossa idéia foi passar o dia em Bruges e ir dormir em Bruxelas. E lá fomos nós para mais 100 quilômetros de estrada. No começo da noite, chegamos no hotel bem ao lado da Grand Place, a linda praça do centro de Bruxelas.

Entenda o roteiro para visitar as cervejarias trapistas na Bélgica. Leia os posts abaixo.

Quem foi e onde fomos? Entenda nossa viagem!

Primeiro dia, chegamos em Frankfurt e fomos beber e dormir em Dusseldorf.

Segundo dia, pela manhã visitamos e experimentamos as cervejas na Achel, abadia de “Saint-Benedictus”, em Hamont-Achel, Bélgica. 

Segundo dia a tarde, tomamos as oito cervejas produzidas pela La Trappe no restaurante do próprio monastério, na Holanda. 

Segundo dia a noite, chegamos na Antuérpia e fomos ao Kulminator, o melhor bar do mundo para tomar cervejas safradas.

Terceiro dia pela manhã, almoçamos no restaurante da Westmalle.

Terceiro dia a tarde, tomamos as desejadas Westvleteren no restaurante em frente ao monastério.

Quarto dia pela manhã, andamos pelo centro de Poperinge e conhecemos o museu do lúpulo.

Quarto dia a tarde, almoçamos na cervejaria De Halve Maan em Bruges.

Quinto dia, Bruxelas, chocolates, moules-frites e muitas cervejas no Delirium Café.

Sexto dia, um mergulho no mundo da Chimay, visitamos o monastério, a fábrica, almoçamos e dormimos no Auberge de Ponteaupré, que é a hospedaria oficial da Chimay.

No sétimo dia pela manhã, conhecemos o monastério mais bonito e imponente de todos, abadia Notre-Dame d`Orval, onde é produzida a saborosa Orval.

Sétimo dia a tarde e nossa última parada, conhecemos a Rochefort e jantamos na cidade.

Mais dicas para sua viagem!

Não viaje sem Seguro de Viagem! Faça o seu clicando aqui!

Reserve seu hotel pelo Booking, não há cobrança de taxa extra nas reservas. E,  na maioria dos casos, o cancelamento é grátis. Aproveite!

Siga nosso Instagram e veja antes as imagens das nossas viagens! 

Assine nosso canal no YouTube! Clique aqui



Deixe seu Comentário

×Fechar