Brasileiros, os mais deportados do Reino Unido

90
16

Atualizado em 30/08/2010

O Brasil lidera deportações no Reino Unido. Notícia na Folha (só para assinantes) é sobre o números de brasileiros deportados da Inglaterra..

Depois do post da Espanha, agora é a vez do Reino Unido. 14,5% de todos os deportados em 2006 foram brasileiros. Na frente de paquistaneses e nigerianos.

“Documentos oficiais do governo britânico mostram que brasileiros representam a maior fatia de pessoas, entre todas as nacionalidades, que têm a entrada negada no Reino Unido e são mandadas de volta ao país de origem da viagem.
O Brasil passou a liderar o ranking em 2004, quando teve 5.180 cidadãos despachados de volta ao país, lugar que manteve nos dois anos seguintes.”

Sabendo disso, britânicos avaliam seleção prévia no Brasil, sistema permitiria que agentes de imigração do Reino Unido rejeitem embarque de suspeitos já em aeroportos brasileiros

Portanto, quando programar a viagem para o Reino Unido venha preparado. É bom ter a passagem de volta, reserva do hotel, dinheiro e cartão de crédito, saber o que vai fazer, o que quer visitar, etc…. Responda tudo o que te perguntarem com calma e não fale nada que não for perguntado. Boa sorte!!!

A imagem do post é do Kensington Gardens em Londres.



16 comments

  1. DO 25 fevereiro, 2008 at 09:38 Responder

    Estas coisas hoje me deixam profundamente chateado,MARCIO.
    Apesar da globalização,estão restringindo nosso direito de ir e vir.
    As coisas aqui andam tão ruins que o numero de pessoas que querem deixar o país só tende a aumentar.

    Abração!!

  2. Marcio Nel Cimatti 25 fevereiro, 2008 at 14:31 Responder

    Opa, estou aqui. E sempre contando por onde ando!!! Passei por Londres há duas semanas num trabalho para o Meio & Mensagem e depois fui para Roterdã fotografar o torneio de tênis. Correria total!!! Mas estou sempre postando.

    Logo mais vou colocar Oslo(Noruega) e Lucerna (Suiça). Muita neve!! foi legal!

    Já passo lá no Destemperados!

    Abração!
    Marcio

  3. Marcio Nel Cimatti 25 fevereiro, 2008 at 14:42 Responder

    Ok Georgia, mas que façam com educação e com as pessoas certas e não só com os brasileiros!
    Ou sem uma preferência por brasileiros!

    Abs!!! Linkei seu blog!

  4. Carlinha 25 fevereiro, 2008 at 20:40 Responder

    Tive muito medo quando estava para entrar em Londres, em janeiro deste ano: saí do Brasil em agosto e em setembro mudaram as regras para os vistos de estudantes, me deixando em uma situação complicada.

    Mas devo dizer que depois de apresentar toda a documentação, mostrar que me virava no idioma, entrei sem problema algum – isso no posto de imigração na Gare du Nord, em Paris, porque entrei pelo túnel.

    É a loteria…

  5. Ana Pazza 25 fevereiro, 2008 at 22:10 Responder

    E’ caro Marcio, as coisas nao andam boas para o lado dos brasileiros. Mas infelizmente, a culpa de tudo isso somos nos mesmos. Nao podemos negar que tem muitos aqui que acabam com nossa reputacao. Eu tenho visto de residencia, pois meu marido tem cidadania italiana, minha mae esteve aqui no final do ano e fiquei um pouco receosa com sua chegada. Enviamos carta convite, copias de todos os nossos documentos, enfim, nao tinha como dar errado, e nao deu. Foi super tranquilo. A moca da imigracao ate falou em Portugues com ela.
    Mas o meu caso e’ excessao mesmo… a imigracao nao segue criterios e procedimentos na hora de barrar a entrada, simplesmente olha sua cara e avalia como sera sua passagem por aqui. E tbem com essa epidemia de polones, acho que eles querem mesmo se livrar o mais rapido possivel de qualquer estrangeiro.
    Otima semana… suas fotos sao show! Tudo lindo!!!

  6. Aline Lima 25 fevereiro, 2008 at 23:48 Responder

    Estive em Londres em 2006, voando do Japão. Na chegada, o agente da imigração implicava com tudo que ele achava estranho, como endereço do hotel (perto de Paddington), o fato de eu morar no Japão e não ter cara e nem sobrenome japonês, já que minha amiga que foi comigo tem. Respondi educadamente e passamos. Mas eu vi um cara vindo de um vôo da Varig e acho que ele não teve a mesma sorte…

  7. Marcio Nel Cimatti 26 fevereiro, 2008 at 05:13 Responder

    Oi Ana,

    Pois é ter tudo na mão ajuda bastante, mas ainda assim podem dificultar a entrada por não ter ido com a cara da pessoa ou por alguma desconfiança.

    Valeu a visita!!

    Abs!

  8. Anonymous 6 março, 2008 at 19:30 Responder

    voce por acaso conhece um africano, indiano, sulamericano, pra saber se eles nao sao deportados tbm… claro que sao!!!
    mas agente nao ve.
    eh assim com brasileiro, porque eh o povo que mais vai pra fazer dinheiro, ficar ilegal… dar problema pra rainha…
    ele tbm vao atras de africano e polones mafioso na inglaterra… mas como brasileiros que somos, nao conhecemos isso, ou pelo menos nao nos envolvemos nisso como nos envolvemos na comunidades brasileira aqui em londres…

    isso tudo nao eh porque eles nao gostam do brasileiro…
    ja viu quanto imigrante tem em londres!? tem mais do que ingles!!!

    imagina um monte de chines, koreano, peruano, boliviano vivendo na sua cidade no brasil… como ia ser confortavel….

    mas mesmo assim nao vamos entendelos… nunca vamos pensar como os ingleses.

    grato

  9. Marcio Nel Cimatti 7 março, 2008 at 10:48 Responder

    Anônimo,

    Antes de mais nada, é legal saber seu nome.

    Esse blog aceita opiniões de todos, mas nesse caso é estatística que saiu na Folha de São Paulo. Eu não acho nada.

    Já ví sim o número de brasileiros e pessoas de todas as nacionalidades que vivem em Londres. O que menos tem é inglês mesmo.

    Não estou defendendo imigrantes ilegais, mas muita gente que vai passear acaba sendo barrado sem razão. Como o blog fala de viagem e turismo achei interessante postar.

  10. Alexandre 18 maio, 2008 at 10:39 Responder

    Ola sou portugues e ate trabalhei uns meses no aeroporto de lisboa como segurança aeroportoario!tinha um posto que ocupava de onde dava para ver os estrancheiros a passar pela alfandega e claro aqueles que eram levados para ser interrogados e muitos eram deportados!E claro que sao de todas nacionalidades e nao so brasileiros!Os unicos que passam sem problemas sao mesmo para alem dos cidadaos da uniao europeia,os Norte Americanos,japoneses e Australianos!Tem tudo a ver com a economia!E as extatisticas disem que mais de 80% dos brasileiros que trabalham na europa entraram de forma ilegal,ou seja vieram como turistas e nunca voltaram!E algo normal simplesmente secalhar devia de ser feito de modo diferente,com vistos,pois assim dava uma outra segurança ao viajante!Abraço

  11. Natalie Rios 5 agosto, 2008 at 16:38 Responder

    Acho muito bonito isso de controle de imigraçao.
    Nao é a toa que brasileiros, africanos e asiáticos querem tentar a vida no mundo do welfare europeu.

    Como povos somos massacrados, sofrendo hoje os males da exploracao de um passado e atual, a lógica mais comum é deixar seu território, largar a vida de colonizado e viver como colonizador.

    A globalizaçao nao é pra “gente”, nunca foi. O livre transito só é válido para mercadorias.

  12. Kati 23 outubro, 2008 at 22:19 Responder

    Bom, vi q esse post já faz um tempinho né? mas como isso aconteceu comigo recentemente, achei legal vir aqui e deixar meu comentário. Fui a londres essa semana e fui deportada, levei todos os documentos necessários, e nd. Passei o maior constrangimento e humilhação de toda a minha vida. Fui para visitar minha irmã que é casada com um inglês. E nd de entrar naquele país. Vai saber porque, só posso afirmar q intenção de morar lá nunca tive. Estou tentando ver o que faço por aqui, porque passei por coisas que não precisariam. É isso. Abraço, se alguém souber de algo aí, só avisar.

  13. Anonymous 9 abril, 2009 at 14:41 Responder

    sem querer entrar em grandes discussoes , primeiro gostaria de frizar que a atitude dos brasileiros nem sempre e a melhor como tenho visto em certos foruns, em que chovem criticas de racismo e de vitimizaçao dos brasileiros deportados. Acredito plenamente que existam dentro da europa mentes atrasadas e retrogadas que façam os brasileiros sentir o racismo na pele , no entanto nao se pode generalizar porque a maior parte da populaçao europeia nao e racista.No entanto penso que o povo brasileiro deveria olhar para os seus problemas e combate los nao partindo para a critica aos paises receptores de imigrantes pois estes nao podem acolhe-los a todos tendo de haver uma selecçao apertada. Com isto me despeço e desejo a melhor sorte ao brasil no combate e na tentaiva de resoluçao deste problema.
    Cmpts

Deixe seu Comentário

×Fechar