Brasileiros são barrados em Paris.

99
16

Atualizado em 06/10/2010

Começa hoje oficialmente o ano da França no Brasil.
Uma iniciativa que reúne eventos artísticos, culturais, acadêmicos e econômico-comerciais – acontecerá em todo o território brasileiro até 15 de novembro deste ano.
O surpreendente foi a notícia que acabei de ler no Estadão e no Terra. No mês de março, 206 passageiros que viajaram pela TAM foram impedidos de entrar na França, de acordo com dados da companhia. O número é o triplo do registrado em janeiro (67) e quase o dobro dos 116 retidos em fevereiro.
O problema é que em dois vôos nos últimos dias, mais de 30 pessoas foram impedidas de entrar, muitas das quais sem explicações, informou o Estado de S. Paulo nesta terça-feira.
Estranho mesmo é esse negócio de sem dar explicação. Como assim simplesmente proibir a entrada?
Então pra que investir tanto dinheiro para incentivar a visita de brasileiros à França?
Não dá pra entender, né?


16 comments

  1. Claudia Pimenta 21 abril, 2009 at 10:13 Responder

    oi marcio! é, a entrada dos brasileiros está ficando difícil… surgem exigências novas a cada dia! espero que isso melhore, pois nada mais lindo do que visitar paris! aliás, hoje começo uma série de posts em homenagem ao ano da frança – lhe aguardo por lá! bjs!

  2. Camila 21 abril, 2009 at 10:25 Responder

    Isso tem jogado um balde de água fria nos meus planos de ir à Europa. Imagina: planejar tanto e ser barrada? E por mais que digam que basta ir com tudo certinho para entrar, pelo jeito não é o que acontece na prática, né?

  3. DO 22 abril, 2009 at 08:36 Responder

    Dizem que qualquer país pode impedir a entrada de qualquer pessoa,sem nenhuma obrigatoriedade de justificar. Mas é como vc falou: em pleno ano de intercambio entre os países??

    Abraços!

  4. pabloramos 22 abril, 2009 at 14:46 Responder

    Estive o carnaval com alguns franceses no Rio, e achei incrível como são, ao contrário do que dizem, simpáticos, calorosos e bem humorados. Tá bem, eles estavam em terras estrangeiras contaminados pelo calor dos trópicos, mas minha mãe esteve em Paris ano passado e trouxe de lá um testemunho semelhante, que andou a cidade inteira sem falar uma palavra de francês ou inglês e se comunicou o quanto quis, foi bem recebida por largos sorrisos e não se sentiu desconfortável em nenhum momento.

    Acredito que uma coisa seja a atitude dos franceses e outra, a do governo francês, preocupado com imigração u qualquer outro motivo que o leve a tais atos. Lembremos que na Espanha houve recentemente episódios semelhantes em aeroportos, o que me leva a cogitar se esta não seja uma tendência da Europa, não isoladamente da França.

    Torçamos para que cada vez mais a globalização se dê no campo social tanto quanto no econômico e financeiro – que as pessoas tenham a mesma liberdad que se dá aos capitais !!!!

  5. Marcio Nel Cimatti 22 abril, 2009 at 17:40 Responder

    Oi Claudia, vou acompanhar a série de posts com certeza.

    Eu só postei porque acho que não deveriam fazer o Ano da França no Brasil se não querem a entrada de brasileiros lá.

    Ah tbm adoro visitar Paris!! Quem não gosta, né?

    Bjo!

  6. Marcio Nel Cimatti 22 abril, 2009 at 17:41 Responder

    Camila,

    É chato né? É uma tensão não saber se vão te deixar entrar ou não num país.

    Mas depois que passa da imigração é só alegria!!

    Bjo!

  7. Marcio Nel Cimatti 22 abril, 2009 at 17:47 Responder

    Pablo,

    Sem dúvida cada um tem experiências boas ou ruins com as pessoas de determinado país. Não dá pra generalizar. Né?

    Eu mesmo fui à Paris diversas vezes e em poucas vezes lembrei da fama de “chato” dos parizienses.

    Gostei do que vc escreveu “a globalização se dê no campo social tanto quanto no econômico e financeiro”

    Seria sensacional mesmo!

    Ah, linkei seu blog!!

    Abs!

  8. Claudia M. Vieira 23 janeiro, 2010 at 23:42 Responder

    Brasileiro tem que aprender! Fazer valer seus direitos! Não adianta nada reclamar e choramingar. Começa a barrar os gringos aqui também!!! Entrem c0om ações civeis e criminais contra auniao europeia e em particular contra o País que deportou sem justificativas. 4.000 rejeitados?? Onde estão essas pessoas? Entrem com uma ação coletiva por discrimanação. Eles tem que saber respeitar o brasileiro!! Mas não adianta reclamar em blogue, tem buscar os direitos. Eu to de daco cheio dessa historia e ninguem faz nada!!! Sou advogada tenho passaporte europeu, mas sou Brasileira até o ultimo fio de cabelo e mesmo que nao fosse protestaria. REAJAM!!!

  9. Paula 20 outubro, 2011 at 23:54 Responder

    Ola pessol gostaria de uma dica,mora na España Asturias divisa com francia tenho apenas permisso de trabalho minha irma vem me visitar cada dia esta pior a entrada por españa comprei a passagem a ela daqui mandei por e-mail ela ta vindo com euros 700 + reserva de hotel + certificado de vacina pouca roupa so vem visitar como Asturias faz divisa com francia pensei que fosse uma boa ideia vcs acham que ela teria problemas

  10. junioR 9 setembro, 2012 at 20:42 Responder

    Estive em Paris em Dezembro de 2011 e nao me perguntaram nem qual era a cor dos meus olhos. Entrei sem nenhuma pergunta. Livre e solto.

Deixe seu Comentário

×Fechar