Buenos Aires: Roteiro para o final de semana com as melhores atrações e pontos turísticos

539
0

Se você vai à Buenos Aires e conhece a variedade de opções desse belíssimo local, sabe o quão facilitador pode ser um roteiro! Esse é o nosso roteiro de Buenos Aires, aproveite cada minuto!

> Veja também: Buenos Aires mês a mês. Veja o que aproveitar de melhor em cada época do ano!

> Confira: Buenos Aires, muito mais que tango e futebol!


> Uma Argentina escreveu dicas dos melhores hotéis para ficar em BUENOS AIRES!


Aqui é onde nosso roteiro de Buenos Aires começa:

A Praça de Mayo e a Casa Rosada são os nossos pontos de partida. Assim, no plural mesmo é que a famosa sede do governo argentino fica nesta praça.

Também preparei um roteiro especial sobre a Casa Rosada para que você possa fazer uma visita guiada. O lugar é emblemático e a construção é de 1862, embora o espaço tenha sido usado desde o século XVI, a atual casa é desta data e desde este período é usado como sede do governo argentino.

Para fazer as visitas guiadas você deve agendar com quinze dias de antecedência, ou seja, antes de você partir para Buenos Aires. O site da Casa Rosada disponibiliza o agendamento on-line.

Depois seguiremos para a Manzana de las Luces, um lugar histórico que foi palco de muitos acontecimentos no período da ditadura. Hoje, funciona um museu com muita história e um acervo riquíssimo em luzes e iluminação da cidade, além de um centro cultural. O complexo ocupa o quarteirão inteiro, cheio de emoção com suas luzes.

Buenos Aires

O Obelisco que é o marco zero da cidade de Buenos Aires, é lindo e fica bem no meio de duas avenidas formando como se fosse uma rotatória cheia de outdoors luminosos que mesmo viajando muito poucas vezes vi.

Primeiro dia bem aproveitado num misto entre as atrações durante o dia e o brilho e beleza da noite!

Junto com os outdoors durante a noite a iluminação do próprio Obelisco dá o toque especial do espetáculo. Para as fotos, você pode ir até alguns arbustos onde estão escrito o nome da cidade, nos próprios arbustos e ter ao fundo o símbolo da cidade.

As avenidas que formam a rotatória do Obelisco são a Avenida Corrientes e a Avenida Nove de Julio. As duas mais movimentadas de Buenos Aires. Mas o pesado da Nove de Julho é o fluxo de carros, enquanto para restaurantes, livrarias, teatros e bares o que vale mesmo é a caminhada pela Avenida Corrientes.

Além disto, na Avenida Corrientes também há algumas celebridades em esculturas e você pode fazer fotos inclusive com a Mafalda, a personagem mais famosa das histórias em quadrinhos argentina.

O ponto seguinte será os tribunais, lá é onde podemos ver toda a imponência dos edifícios do Poder Judiciário argentino, pelo que estou te contando, você já deve deduzir que são edifícios belíssimos do final do século XIX e início do XX, tempos de ouro dos nossos hermanos.

> Compare o preço e alugue seu carro nas melhores locadoras!

Buenos Aires com muito futebol e tango

Buenos Aires

O bairro respira tango e você vai encontrar comidas típicas e dançarinos em todo lugar fazendo seus shows.

Saindo do teatro na Avenida Nove Julho, qualquer ônibus que esteja na direção da calçada que você está pode te levar até próximo do Caminito, no bairro La Boca, agora o 8, 86 e o 64 te deixam bem no miolo de onde acontece tudo.

No Caminito você vai se sentir em uma Buenos Aires de anos atrás, é o oposto total de Porto Madero, aí se mantém vielas e mercados dos tempos de boemia do bairro, hoje está enfocado para os turistas e por isso lembranças, camisetas ou os famosos alfajores argentinos são encontrados com facilidade por lá.

Estando no Caminito, aproveite para visitar o estádio do Boca Juniors, La Bombonera, há visita guiadas e a arquitetura do estádio é única, ele foi feito para que os gritos da arquibancada invadam todo estádio e ecoem fortemente. Ah, no bairro você também vai encontrar camisetas de todos os clubes argentinos.

O nosso próximo ponto de parada é o Teatro Colón com seu espetáculo gratuito de música clássica, que também só acontece aos domingos às 11 da manhã. Tem que chegar com uma hora de antecedência para retirar seus ingressos e o tempo de espera pode ser na cafeteria do teatro, que está na área que era para a entrada de carruagens, isso mesmo, a antiga área de embarque e desembarque das carruagens está toda restaurada e vale a visita. Lá no roteiro de um dia, deixei o passo a passo e a localização exata do café para você.

De lá vamos a Porto Madero, nesta área circulam poucos ônibus, a melhor alternativa é uber ou táxi mesmo, aqui escrevendo Porto Madero no seu aplicativo você vai chegar bem no ponto onde está o melhor do bairro.

> Compre um Chip Internacional e fique conectado a viagem toda!

As múltiplas Buenos Aires, modernidade e artesanato

Buenos Aires

A vista do porto e um dos cafés vai valer a visita, e é interessante ver a diferença do bairro com toda a cidade de Buenos Aires, Porto Madero é um bairro relativamente novo com seus arranhas céus e outros edifícios modernos.

Para fotos há tanto a Ponte da Mulher, que simula as pernas de uma dançarina em movimento de tango, quanto um girassol em metal que se abre e fecha.

Para voltar ao Bairro de San Telmo onde há uma feira de rua, o melhor é taxi ou UBER diga ao motorista ou ponha no seu aplicativo do celular o endereço Defensa 800, você vai chegar bem no meio do bairro.

Lá somente aos domingos, que você vai poder aproveitar ao máximo o bairro, já que junto com todas as lojas e mercados de rua (como os nossos mercados municipais), estará funcionando a feira de San Telmo, nela você irá encontrar todo tipo de artesanato, roupas e comidas típicas.

Para os que gostam da vida noturna, estenda a visita por um dos bares do bairro, há muitas possibilidades lá, especifiquei algumas num texto que preparei sobre a noite portenha.

> Compre, agora mesmo, a sua passagem com descontos especiais!

Segundo dia, os emblemáticos bairros de Palermo e Recoleta

Mesas para fora em Palermo, Buenos Aires.

Depois do centro e do tradicional bairro de San Telmo, vale a pena conhecer os bairros mais frequentados pelos próprios portenhos e pelos turistas que visitam Buenos Aires.

Desde a Avenida Nove de Julho você pode tomar a linha de ônibus 39 que vai te deixar próximo da Plaza Itália no centro do bairro de Palermo.

Você também pode pegar o metrô na estação Independência no sentido Retiro, descer na Diagonal Norte onde fará conexão com a linha verde D do metrô portenho e descer na estação que leva o nome da praça.

Descendo lá, você pode ir caminhando pelas ruas de Palermo, á sua esquerda verá o parque ecológico vale a pena a visita.

Saindo do parque caminhe em direção à Avenida Raul Scalabrini Ortiz, suba cinco quadras, no caminho muitos cafés e lojas interessantes. A quinta rua será a Nicarágua vire à direita em uma quadra você chegará a Plaza Armênia.

A praça é ponto de encontro de turistas e portenhos com parque de diversões, muitos bares e restaurantes, há inclusive um bom restaurante brasileiro para quem não abre de nossa comidinha.

Nosso próximo destino do roteiro de Buenos Aires, é a mais celebre livraria argentina El Ateneo, para chegar lá o melhor é a linha 39 de ônibus que passa na esquina da Rua Armênia e Costa Rica, esta esquina é um dos cantos da própria Praça Armênia.

O ônibus vai ir direto pela Rua Costa Rica e sua continuação até a Avenida Santa Fé, ele vai andar apenas um quilômetro e meio na avenida e você descerá na altura do número 1900, na mesma calçada uma quadra a frente no número 1860 está a livraria.

A livraria no passado foi um teatro, tem livros de todos os tipos, obviamente que a maioria em língua espanhola, apesar de uma pequena sessão com livros em português, francês e inglês.

Mas a atração principal fica no palco, que foi mantido dos tempos que a livraria era teatro e mantida inclusive a cortina para a melhor cena. Aí onde era o palco hoje funciona um café e mais que ser observado como uma estrela, você tem vista dos quatro pavimentos da livraria e todas as galerias e o teto que foram mantidos, é linda a paisagem.

> O seguro de viajem ideal: Aproveite a nossa promoção!

Recoleta

O Cemitério fica na Rua Junin, mas já dentro da Praça Francia as visitas vão até às 18 horas, e ele é um museu a céu aberto, símbolo da aristocracia e dos grandes nomes da história argentina, estão lá muitos famosos, inclusive Evita, separe pelo menos uma hora para andar por lá.

Da livraria vamos ao nosso último destino, o Cemitério da Recoleta, mas fique tranquilo que é o último destino do nosso passeio.

Para quem quiser ir caminhando é cerca de um quilômetro de distância, olhando à direita desde a porta da livraria você verá uma grande avenida que cruza com a Avenida Santa Fé, é a Avenida Callao (se pronuncia caxao, isto os portenhos por seu sotaque, dizendo cajao que é como a maioria dos países de língua espanhola falam, também vão te entender se você precisar perguntar).

Você deve ir na mesma direção que estão indo os carros por três quadras, virar à esquerda continuar por mais duas quadras e virar à direita, esta será a Rua Junin, andando duas quadras você já começará a ver muitos restaurantes com suas mesas na calçada. Para quem prefira em ir de ônibus as linhas 10 e 59 te deixarão a uma quadra na esquina da Rua Junin (se pronuncia Runin) com a Avenida Las Heras.

Saindo do cemitério vale a pena jantar na própria praça tem opções que vão desde sanduíches até as parilladas (parecido com nosso churrasco) e para os que gostam da noite, estes restaurantes também servem bebidas e ficam aberto toda a noite.

Depois de ter aproveitado cada minuto através de nosso roteiro, é levar as memórias onde, ainda, é possível planejar quando você voltará a Buenos Aires!

Dicas de hotéis:

Em Palermo!

Começamos com as dicas de Hostel para quem vai de mochila ou não pretende gastar muito com a hospedagem:

Hostel Suites Palermo –  Esse Hostel da HI fica numa mansão e é um bom exemplo de albergue que dá para dormir tranquilo sem aquela barulheira e em quarto privativo. São 11 deles. Uma boa opção para casais que querem privacidade mas não querem gastar muito. É até estranho falar sobre albergue que não tem balada e é tranquilo, mas esse é o caso do Suites Palermo. Importante o Wi-Fi é grátis nas áreas comuns.

Quem quer pagar um pouco mais nossas sugestões são:

Kala Petit Hotel – Um casarão que virou hotel, essa é uma definição razoável para o Kala. A piscina, a churrasqueira e até a cozinha fica disponíveis para os hóspedes, os quartos não são luxuosos mas são agradáveis e os banheiros em alguns casos são compartilhados. Essa é uma opção interessante quando pensamos em custo x benefício.

Palermo Viejo B&B – Essa é nossa indicação para quem vai as compras na Avenida Córdoba. Fica pertinho de lá. O Palermo Viejo tem um bom café da manhã, Wi-Fi grátis e os quartos são decorados com arte e cores diferentes. Todos tem frigobar, cofre e banheiro.

Para quem quer ficar muito bem e pode pagar mais, não deixe de pesquisar essa sugestão aqui:

Nuss Buenos Aires Soho – O Nuss é para quem procura por atendimento personalizado e super atencioso, quartos muito bem decorados, sauna, piscina e academia de primeira. Para fechar o pacote o Nuss é muito bem localizado.

Na Recoleta!

Dica de Hostel para quem vai de mochila ou não pretende gastar muito com a hospedagem:

Mansion Junin Hostel & Suites – O ponto forte desse albergue é mesmo a localização. Os funcionários ajudam sempre que possível, mas não se esqueça que é um albergue antigo. Se quer pagar pouco por uma boa localização o Mansion vai agradar.

Quem quer pagar um pouco mais que o hostel nossas sugestões são:

Unique Executive Chateau – Outra opção com boa localização e bom custo x benefício.

Ayacucho Palace Hotel – Uma opção mais bacana com boa localização. Dá par ir a pé ao centro e andar pela Recoleta.

Pagando mais um pouco a mudança de nível é interessante, nossa sugestão é:

Marseille des Anges Hotel – Esse hotel fica perto de uma praça bacana e a decoração vai conquistar os hóspedes de bom gosto.

Para não ter dúvida e aproveitar o hotel tanto quanto o destino, fique nos melhores hotéis da cidade que na nossa opinião, são:

Alvear Palace Hotel – Luxuoso, acho que essa palavra define o Alvear. No melhor lugar da Recoleta. Quero ver você conseguir sair do hotel.

Palacio Duhau – Park Hyatt Buenos Aires – A opção para quem quer ficar em um palácio. Só tem um jeito de sua estadia ficar perfeita. Se escolher a suite com hidromassagem e lareira.



Deixe seu Comentário

×Fechar