Cafayate, um paraíso dos vinhos em meio às montanhas

138
0

Atualizado em 05/09/2014

São 180 km de Salta a Cafayate pela Ruta 68, uma estrada cheia de curvas que faz sacolejar até os mais resistentes estômagos. Mesmo assim, a dica é esquecer o Dramin para impedir que o sono estrague a oportunidade de encher os olhos com uma das mais belas paisagens da América Latina.

Eu nunca tinha ido a Salta e, por consequência a Cafayate. Por isso, não fazia ideia do que me esperava. As fotos jamais mostrarão metade do que a paisagem é na verdade, mas já dá para se ter uma boa ideia. Quando a paisagem mudou para montanhas enormes avermelhadas, o nosso guia avisou que estávamos na Quebrada de Cafayate (Ou Quebrada das Conchas).

Fizemos uma parada em Tres Cruces, um ponto panorâmico da estrada de onde dá para observar a beleza da paisagem do alto e tirar ótimas fotos.

Tres Cruces

A partir daí, a vista se torna cada vez mais curiosa. Os movimentos tectônicos do passado criaram diversos formatos inusitados nas quebradas. No passado, estas formações ficavam embaixo de um rio de água doce que, com a erosão, moldou as rochas. Em determinado trecho da estrada é possível ver o Cemitério de Barcos. As rochas possuem formato de navios, como se diversas embarcações repousassem entre as montanhas. Uma paisagem incrível. Repare na foto que eu tirei do Titanic. É possível ver o Titanic no exato momento em que ele está naufragando. A semelhança com a cena do trágico acidente marítimo de 1912 é ponto turístico já apontado pelos guias.

Titanic - Cemitterio de Barcos

Há diversas paradas pela estrada. Você pode aproveitar para experimentar as Tortillas com Queso. Ou ainda conhecer de pertinho as Llamas. Super dóceis, elas comem na sua mão. Chamei a minha de Gertrudes, até descobrir que se tratava de Llama macho. Ficou Gertrudes mesmo assim.

Gertrudes contempla a Quebrada de Cafayate

Tortilla com Queso

Outro lugar que merece uma parada, ainda na Ruta 68, é a Posta de Las Cabras. Trata-se de um restaurante e pousada em uma fazenda que cria, é claro, cabras. Ali, eu e o grupo provamos uma tábua de frios com diversos tipos de queijos (Uma “picada”, como eles dizem), condimentos, feijões e pães.

Tabua de queijos em Posta de Las Cabras

Ao chegar ao centro de Cafayate, a surpresa. A cidade é muito pequena e quase não tem coisas turísticas para fazer além de apreciar a paisagem e se jogar nas bodegas para degustar vinhos. Para não ser injusta, há uma praça com feirinhas de artesanato e restaurantes. Há também um Museu do Vinho que conta a trajetória e tradição do vinho na região. Eu não tive oportunidade de visitar, portanto não posso indicar, mas vale dar uma visitada no site http://www.museodelavidyelvino.gov.ar/. Quem sabe em uma próxima oportunidade posso conhecer para falar um pouco mais?

Eu fiquei hospedada no Hotel Alta La Luna, em Tolombon, a 15 km do centro de Cafayate. A varanda do quarto dava para o incrível vinhedo ao pé da montanha. O hotel possui 20 quartos com WiFi gratuito, banheira, ar condicionado e TV a cabo. Dentre os serviços disponibilizados pelo hotel, está o de passeios pelas vinícolas da cidade e passeios de bicicleta pela montanha. A diária do hotel em um quarto para o casal sai por aproximadamente R$334.

Outra coisa que eu não poderia deixar de citar é que, ao longo dos anos, Cafayate tem sido alvo de um turismo um pouco inusitado. Trata-se de Caçadores de Ovnis. É, isso mesmo. Aparentemente muitos objetos voadores não identificados (OVNIS) foram vistos por lá ao longo dos anos. Houve, inclusive, uma suposta queda de disco voador nas Quebradas de Cafayate em 2010, mas nada foi encontrado. Digo isso porque nossa guia contou que, certa vez, ao visitar as Quebradas com turistas, eles viram uma luz muito forte em cima das montanhas. Uns quiseram chegar mais perto, outros se esconderam de volta na van. No fim, decidiram ir embora. Mito ou verdade, esta é uma curiosidade para matar em outra oportunidade.

Tá, eu sei, mas e os vinhos? No próximo post falarei sobre as bodegas visitadas em Cafayate.

Dicas práticas!

Se você procura um hotel para ficar em Salta, nossa dica é o moderninho Design Suítes Salta 

Se você preferir ficar em Cafayate mesmo, nossa dica é o clássico Patios de Cafayate.

Denise Godinho viajou para a Argentina a convite da Wines of Argentina

Veja todas as nossas dicas da Argentina e viaje muito mais preparado!

Dicas Práticas – Argentina – Leia antes de viajar!

Não caia no golpe das notas falsas na Argentina

Temporada de neve! Veja 5 dicas para a sua viagem

10 dicas para quem vai passar o natal e réveillon em Buenos Aires

5 dicas para não ser enganado no táxi em Buenos Aires

Dicas de roupa para temporada de neve.

Atrações de Buenos Aires

Conheça o MALBA em Buenos Aires

Sua visita ao cemitério da Recoleta nunca mais será a mesma!

Museu dos Beatles em Buenos Aires

5 passeios para fazer em Buenos Aires no feriado.

Onde beber bem na Recoleta?

O que fazer na Recoleta em Buenos Aires

Onde comer no centro de Buenos Aires?

O que ver no centro de Buenos Aires

Onde comer doces na Recoleta?

Qual melhor show de tango em Buenos Aires?

Recoleta, onde comer?

Onde ficar em Palermo, Buenos Aires

Veja onde comer bem em Palermo, Buenos Aires.

Cinco restaurantes que você tem que conhecer em Buenos Aires

Buenos Aires de bicicleta elétrica

Buenos Aires a noite, vá para os bares de Palermo

Fim de semana em Buenos Aires, um vídeo com dicas!

Marriott Plaza Buenos Aires

Compras em Buenos Aires

Galerías Pacífico – Bisnagas de sabão da VZ Bath & Body

Achado no Free Shop de Buenos Aires

Compras em Palermo, Buenos Aires

Onde comprar tênis em Buenos Aires?

Compras na Recoleta, Buenos Aires

Dicas de compras no centro de Buenos Aires

Outlets em Buenos Aires

Vá a um jogo do Boca Jrs em Buenos Aires

Bariloche

Bariloche – dicas práticas

Dicas de Bariloche: Faça uma ótima viagem

Onde ficar em Bariloche

Bosque dos Arrayanes

Ilha Victoria

Passeio no lago Nahuel Huapi

El Patacon, jantando bem em Bariloche

La Bomba em Bariloche

Fugir do frio em Bariloche.

Cafayate 

Você é caçador de disco voador? Então precisa conhecer Cafayate

As bodegas de Cafayate: conheça a Piatelli Vineyards

As vinícolas de Cafayate na Argentina

Cafayate, um paraíso dos vinhos em meio às montanhas

Salta

House of Jasmines – Romantismo em Salta – Argentina

Alfajor Caseiro na Argentina

San Juan

Onde ficar e onde comer em San Juan, na Argentina

Conheça os vinhos de San Juan

Mendoza

Onde comer em Mendoza?

Mergulhamos no mundo dos vinhos argentinos.

As bodegas de Mendoza – Dia 1

As bodegas de Mendoza – Dia 2

As bodegas de Mendoza – Dia 3

Bodega O. Fournier, um paraíso do vinho em Mendoza

Conheça as bodegas Trapiche em Mendoza



Deixe seu Comentário

×Fechar