quinta-feira, outubro 6, 2022
spot_img
HomeEuropa e DemaisEuropa! Conheça 7 cidades que te pagam para morar nelas.

Europa! Conheça 7 cidades que te pagam para morar nelas.

Pois é, isso mesmo que você entendeu! há na Europa cidades que te pagam para morar. Alguns desses locais estão localizados em pontos de baixa densidade populacional. Assim estão incluídos em projetos governamentais que visam estimular o fluxo de imigrantes e outras pessoas que residem no próprio país a ocuparem essas áreas.

Esses programas desenvolvidos por prefeituras locais enviam valores mensais para que as pessoas permaneçam morando nesses municípios.

Mudanca

Isso ocorre, em grande parte, por conta do risco dessas comunidades serem extintas no futuro. O motivo é que elas estão perdendo habitantes devido ao êxodo de jovens que poderiam se firmar nesses países – atuando em prol do desenvolvimento dessas regiões, seja por meio do trabalho assalariado ou da montagem de empreendimentos comerciais.

Nesse post vamos te contar quais são com uma descrição de cada uma das sete pequenas cidades na Europa que te pagam para morar nelas. Você pode residir em um desses locais que oferecem dinheiro para preparar as suas malas e decida embarcar nessa aventura.

Antes de começar a conheçar as cidades, um aviso para quem quer transferir dinheiro!

Junte-se a mais de 12 milhões de pessoas que escolheram a Wise para transferir dinheiro online de forma rápida e segura. Usamos a Wise porque é, em média, 8 vezes mais baratos que os principais bancos tradicionais.

Vamos as cidades que te pagam!

Albinen, Suíca: uma das cidades que te pagam para morar nelas. Valor, cerca de R$ 82 mil

O pequeno vilarejo de Albinen, na Suíça, que conta com apenas 266 habitantes, oferece uma quantia de 25 mil francos. Isso correspondente a cerca de R$ 82 mil para solteiros e cerca de R$ 163 mil para casais que têm a intenção de construir uma casa na localidade.

Além disso, de acordo com notícia publicada no site G1 ainda em 2017, o governo também encaminha um valor de 10 mil francos (o equivalente a R$ 33 mil). Isto por cada criança de até dez anos contados a partir da data da aquisição ou construção do imóvel.  

Entretanto, para residir no local, é preciso cumprir uma série de requisitos. O primeiro deles é ter menos de 45 anos. Mais uma exigência importante é o comprometimento a viver pelo menos dez anos no local. Caso contrário o dinheiro recebido terá que ser devolvido aos cofres públicos.

Outro ponto fundamental é a existência de um dinheiro significativo em sua conta bancária. Antes de ir para lá é preciso investir cerca de 200 mil francos suíços – o correspondente a aproximadamente R$ 650 mil – na compra de um imóvel (apresentando um comprovante de financiamento).  Também é preciso dispor de uma autorização de residência na categoria C.

Assim, é difícil para as prefeituras locais encontrarem candidatos que se enquadrem nas condições ideais propostas pela prefeitura para se mudar para lá. “Infelizmente, temos que dizer a 99% deles que serão descartados de antemão por não corresponderem às expectativas do que podemos e queremos fazer na pequena Albinen”, afirmou o então prefeito Beat Jost, em entrevista ao site G1.

Ponga, Espanha: esta cidade paga até R$ 15 mil a novos moradores

Continuando com a lista de cidades na Europa que pagam para morar nelas temos Ponga. Atualmente, o local, conta com cerca de 850 moradores. Localizada junto à comunidade autônoma de Astúrias, o povoado está incluído no Rede Nacional de Boas-Vindas às Vilas. Esse programa conta com 30 cidades espanholas que visa atrair novos residentes para o país. De acordo com o site Época Negócios, essas vilas estão sendo preparadas com a estrutura necessária para receber os visitantes, com espaços de co-working e internet banda larga. 

cidades que te pagam para morar

Mas, a exemplo da cidade mencionada antes para poder receber esses valores é preciso cumprir uma série de requisitos. O principal deles é permanecer no local por um período de, no mínimo, cinco anos para poder receber os valores. Seja como for, esta é outra ótima opção entre as cidades na Europa que pagam para morar nelas.

cidades que te pagam para morar

Tristão da Cunha, no Reino Unido, arca com custos de transporte e moradia

Considerada a ilha habitada mais remota do mundo, com uma população de apenas 275 habitantes, Tristão da Cunha é o ponto mais distante que pode ser alcançado em qualquer superfície da Terra. Ele fica  a mais de 2.000 km da costa da Cidade do Cabo, na África do Sul, e a 4.000 km de distância a costa das Ilhas Malvinas. Para quem quiser residir por lá, a prefeitura arca com os custos de transporte e moradia, além de um valor mensal em dinheiro.

Seguros Promo

Os pré-requisitos para residir no local são: falar a língua inglesa ter uma formação acadêmica e preencher o perfil profissional para os programas que estão em andamento na ilha.

De acordo com reportagem publicada no site Green Me Brasil, também existe a possibilidade de participar de um projeto de proteção ao meio ambiente executado na região para apoiar o projeto chamado Guardiões do Atlântico. Embora as inscrições para integrar a iniciativa estejam encerradas, é possível que novas vagas sejam abertas no futuro para programas similares, então é bom se manter atento.

Santo Stefano na Toscana, Itália: esta é uma das cidades na Europa que também pagam para morar nelas até 20 mil euros a cidadãos italianos

Santo Stefano está inserido na região de Toscana, na Itália. Por lá, o governo local está oferecendo uma quantia de 8 a 20 mil euros para quem quiser se mudar para o local. O valor varia de acordo com a atividade que a pessoa vai desempenhar: caso queira montar um negócio, por exemplo. Atualmente, a vila conta com aproximadamente 3 mil habitantes. Entretanto, existe um requisito fundamental: você deve ser um cidadão italiano ou se tornar um por meio do processo de naturalização.

Molise, Itália: local oferece R$ 3,5 mil reais mensais

Na verdade, Molise é uma região na Itália formada por uma série de pequenos povoados. Estes buscam aumentar o número de residentes locais para evitar que sejam extintos. A prefeitura local encaminha um valor de R$ 3,5 mil mensais, o que corresponde a um valor de 700 euros. Trata-se de um projeto similar ao que existe hoje na região da Sicília, na Itália.

Contudo, entram nesse programa as cidades com menos de 2 mil habitantes. Para conseguir residir nessas cidades, é preciso colocar recursos no próprio município em um empreendimento na localidade. Dessa forma, o cidadão exerce uma espécie de “contrapartida”, visto que acaba exercendo um negócio que estimula a economia local.

cidades que te pagam para morar

Utrecht, na Holanda paga até R$ 4,2 mil mensais para quem quiser ou não trabalhar

Um diferencial com relação às outras cidades na Europa que pagam para morar nelas  e fazem parte dessa lista é que a cidade de Utrecht, na Holanda, não precisa de novos moradores. Assim, apesar de contar com um número de aproximadamente 1,3 milhões de moradores, envia um valor mensal de até 850 euros – o equivalente a R$ 4,2 mil.

O mais interessante disso tudo é que não há a necessidade de trabalhar para receber esse valor. Isso ocorre devido a um estudo que está sendo implantado na cidade. A pesquisa observa a produtividade de pessoas que vivem com auxílio do governo.  

Candela, Itália: outra das cidades na Europa que pagam para residir nelas e investe mais de R$ 10 mil em famílias

A cidade de Candela, na Itália, está localizada próxima à Nápoles, e conta atualmente com cerca de 3 mil habitantes. Com uma estimativa de atingir 8 mil habitantes, os valores que são repassados aos novos moradores mudam de acordo com o número de pessoas de cada família.   

Para solteiros, são encaminhados R$ 4 mil, para casais, o valor é de até R$ 9 mil. Já para famílias de quatro a cinco pessoas, o recurso pago pela prefeitura local é de mais de R$ 10 mil.

Entretanto, é preciso cumprir algumas exigências para ser apto a receber o dinheiro. É preciso alugar uma moradia e ter um trabalho que renda aproximadamente 7,5 mil euros por ano (o que equivale a mais de R$ 38 mil).

Planeje com antecedência antes de ir com tudo para uma das cidades que te pagam para morar nelas

Embora pareça um tanto óbvio, é necessário frisar que o processo de mudança para uma das cidades mencionadas passa por uma série de ações burocráticas e exigências bastante específicas para cada um desses locais. Antes de tudo, é essencial que você tenha recursos à disposição. Isto seja para investir em um novo negócio ou para confirmar que você possui verba na conta bancária para se manter ao longo de determinados períodos que são exigidos pelas prefeituras locais.

Seguros Promo

Assim, caso esteja interessado em uma das propostas que foram mostradas ao longo desse texto, entre nos sites oficiais das prefeituras de cada localidade e busque todas as informações necessárias. Assim você vai conseguir realizar esse processo da forma mais fácil e rápida possível, poupando dores de cabeça que possam aparecer no futuro.

Gostou do post das cidades que te pagam para morar??

Veja mais matérias aqui com a gente!

Já pensou em trabalhar dirigindo um caminhão nos Estados Unidos? Olha isso!

O Canadá vai precisar de imigrantes logo mais!

Como morar fora depois da pandemia!

Conheça o Mundo sem sair de casa com esses 8 documentários

Gosta de futebol? Divirta-se e informe-se no Futeblog.com.br

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment - Seguros Promo

Mais populares