Onde comer em Manaus

242
0

Atualizado em 22/01/2018

Viajar com as crianças não significa comer rápido em restaurantes práticos com a comida mais parecida com a de casa possível. Pelo menos não com crianças com mais de 5 anos como as minhas filhas já tem agora.

Mostre para elas desde pequenas que viajar também significa descobrir novos sabores, temperos, frutas e até cheiros. Elas vão entender e as refeições passam a ser importantes atrações nas viagens.

Minhas filhas já se convenceram disso e estavam esperando pelas refeições em Manaus e na floresta. Com certeza você ouvirá (e deve provar) sobre a costela de tambaqui, o pirarucu, o tacacá, tucupi, além de muitas frutas como taperebá, pitomba e várias outras. O chips de banana também fez sucesso com as meninas.

Restaurante Caxiri

Nosso primeiro almoço foi em grande estilo no restaurante Caxiri. Como ficamos perto do teatro Amazonas preferimos escolher restaurantes que pudéssemos ir a pé.

O Caxiri fica no primeiro andar de um dos últimos casarões construídos nos áureos tempos do ciclo da borracha. Elegante e bem decorado, tem janelas enormes que propiciam uma vista lateral incrível do famoso teatro.

O restaurante tem no menu pratos internacionais, mas que são elaborados com produtos frescos da região.

restaurante Caxiri Manaus

Sentamos em uma das mesas encostadas na janela bem de cara com o lindo teatro e para o Largo de São Sebastião. Na minha opinião, este é o melhor espaço público de Manaus, seguro e bem conservado.

Pedimos suco para as meninas e uma costela de tambaqui na brasa com vinagrete de tucupi e farofa de Uarini. O prato que é todo feito na hora e demorou para chegar, o que fez a nossa fome e expectativa aumentarem. Mas valeu a pena esperar, o peixe estava muito bem feito, com tempero suave mais marcante e bem harmonizado com o vinagrete e a farofa.

Tambaqui Caxiri

Comemos o tambaqui inteiro tentando desvendar os novos sabores da região e depois fomos satisfeitos andar pela praça.

Meninas no restaurante Caxiri Manaus

Tambaqui de Banda

Do lado oposto do teatro, com mesas de madeira espalhadas pela calçada e mais cara de boteco, fica o restaurante Tambaqui de Banda.

Tambaqui de Banda fachada

O restaurante foi aberto antes da copa e arrebentou de vender os deliciosos tambaquis na brasa para os gringos.

Tambaqui de Banda Mapa

Mapa onde os gringos marcam o seu país no Tambaqui de Banda

Experimentamos o espetinho de pirarucu da primeira vez que fomos e o famoso tambaqui da segunda vez. Os dois estavam bem feitos, saborosos e curtimos o ambiente mais informal. O calor de Manaus combina bem com a cerveja gelada e os petiscos do Tambaqui de Banda. Quando for a Manaus você com certeza vai ver e conhecer o teatro, então esta é uma boa opção para provar algo local, bem feito e com bom custo benefício, apesar de estar em um lugar turístico.

Tambaqui de Banda

Tacacá da Gisela

Quase em frente ao Tambaqui de Banda fica a barraca do muito famoso Tacacá da Gisela. O tacacá é um prato bem típico, que eu particularmente não gosto. Para quem curte tacacá, é quase unanimidade que este é o melhor da cidade.

O tacacá é um caldo fino, bem temperado que leva coentro e tucupi. Servido em cuias, este caldo é colocado por cima de uma goma de tapioca e outro ingrediente, como camarão seco. O tucupi é extraído da mandioca brava é e um líquido mais amarelado.

Experimentar o Tacacá da Gisela faz parte da experiência de viagem para Manaus, não vá embora antes de ezperimentar!

Veja todas as nossas dicas de onde ficar em Manaus, o Museu do Seringal,  nossa visita aos índios e do Juma o hotel de selva que ficamos na Amazônia.



Deixe seu Comentário

×Fechar