Centenas de brasileiros presos na África do Sul devido ao Coronavírus

311
0

Desde o dia 22 de março, um grupo de quase 200 brasileiros está detido na África do Sul, sem previsão de retorno ao país natal. O motivo é o agravamento da pandemia do novo Coronavírus (COVID 19), que fez com que o país cancelasse seus voos previstos para o período de 22 a 29 de maio, data em que voltariam.

Assim, os turistas estão presos no local, esperando suporte para retornar ao país natal e ainda sem previsão de volta.

Os cidadãos do Brasil iriam voltar em um voo da Latam Airlines, que cancelou todos os seus serviços.

Coronavírus na Africa do Sul

A situação tomou contornos ainda mais preocupantes pelo fato de que, inicialmente, a Companhia providenciou suporte para os passageiros até o dia 23 de março. Após esta data, porém, o presidente Cyril Ramaphosa decretou o chamado Lockdown, um bloqueio emergencial que impede as pessoas de um país de sair da área em se encontram.

Por conta desta situação, tanto os voos quanto o escritório da Latam, localizado na cidade de Johanesburgo suspendera suas atividades.

Consequentemente, o grupo brasileiro está preso no país, sem nenhum tipo de suporte ou acomodação por parte da empresa, à espera de uma solução para resolver este problema.

Algo que tem chamado a atenção neste caso é que, mesmo com os telefones para atendimento da Latam estarem, em tese, disponíveis, ninguém atende aos chamados. Porém, a companhia ainda continua vendendo passagens para o Brasil com preços superfaturados.

A atuação da embaixada brasileira

Desde que houve o cancelamento dos voos, os turistas recorreu a embaixada do Brasil no território africano. Seus profissionais estão prestando todo o apoio possível para estas pessoas, e ao mesmo tempo tentando negociar um acordo com a Latam para trazê-las de volta.

O problema de brasileiros presos no país é maior do que este grupo, uma vez que havia muitos outros cidadãos visitando outras áreas da África que se encontram nesta mesma situação.

A partir desta sexta-feira (27), a ideia do governo da África do Sul é proibir a circulação pública pelo seu território, o que torna a situação ainda mais delicada para os brasileiros.

Centenas de pessoas estão esperando uma solução, inclusive pelo fato de que muitas já pagaram por seus tickets de volta para o país sem conseguir se locomover.

Conforme Nedilson Jorge, o embaixador brasileiro na África do Sul, muitos brasileiros puderam pegar voos de volta para o país até a última terça-feira (24).

Porém, várias pessoas não conseguiram embarcar, de forma que a agência prometeu reacomoda-los em um próximo voo, o que não aconteceu.

Assim, a situação continua dramática para estas pessoas, sem nenhuma perspectiva de qualquer solução, pelo menos até o momento.

A pandemia de Coronavírus na África do Sul

Até o momento, o país tem 927 casos confirmados do novo Coronavírus, sendo dois fatais. A Latam cancelou cerca de 91% de seus voos desde o início da doença, afetando pessoas de várias nacionalidades além de brasileiros.

A empresa tem planos de retomar o trabalho a partir da próxima segunda-feira (30), por um prazo de quatro dias. Durante este período, o exército do país será responsável por ajudar na coordenação das ações contra a pandemia de Coronavírus.

Então, continue ligado no blog e acompanhe as melhores dicas de viagens pelo mundo!



Deixe seu Comentário

×Fechar