Cultura: buscando seu pedido “delivery”

47
4

Atualizado em 14/10/2010

Para quem estava acostumado com os motoboys nas Marginais de São Paulo, Amsterdam é uma tranquilidade neste aspecto… Não se vêem motoboys como em São Paulo, mas várias bicicletas e scooters na faixa especial.
Mas voltando aos motoboys… Não há muitos serviços de “delivery” por aqui. Não dá para pensar em pedir uma pizza em casa no domingo à noite. Pedir você até pede, mas tem que ir buscar!
Pelo menos, já vai gastando as calorias da pizza ou da comida tailandesa, que é fácil de encontrar por aqui.
A foto é de um dos pouco entregadores, tirada da Janela Laranja.


4 comments

  1. Tita 12 janeiro, 2007 at 20:59 Responder

    Oi Márcio, adorei seu comentário. vc é mesmo uma ovelha negra nessa história. Que bom que vc vai à feira! Aproveite bem e perambule em todos os stands. Se nao me engano o stand de livros fica no Hal 2, mas atencao nao eh o satnd do lonely planet. Eh um stand pequeno num cantinho do hal.

    Hoje fui a um cafe belga novinho e bem legal. O local era uma igreja e ainda mantem o seu orgao e santos originais. Eh um lugar pra tomar varios tipos de cerveja. Mas cuidado com os precos do restaurante e com as altas percentagens alcoolicas 🙂 OS precos dos snacks como o bitterballen estao na media, mas o da comida….

    Esse eh o link:
    http://www.cafe-olivier.be/

    Abraco

  2. Ana 13 janeiro, 2007 at 08:24 Responder

    Oi Márcio,
    Procura melhor que tá cheio de entregadores de comida em Amsterdam. Liga por exemplo pra New York Pizza! Comida chineza também é entregue em casa.

  3. aninha 4 janeiro, 2010 at 19:19 Responder

    Olá, Marcio! Estamos preparando a volta ao lindo parque Keukenhof. Desta vez gostaríamos de ficar em Luxemburgo ou Bruxelas mas não sabemos o que seria mais conveniente. Hoje, procurando dicas, achei seu blog e estou a um tempão aqui lendo. Que bom trocar informações! Já estivemos em alguns países e posso dar dicas sobre Africa do Sul, Canadá, America do Sul, Inglaterra e etc.etc. por aí(Europa nem ouso, vc conhece mais!).Seria pedir demais umas informações sobre hospedagem em Lisse? Já ficamos em Leiden mas é preciso ônibus para o parque.Ficar em Bruxelas seria longe? É que lá ainda não estivemos. Um abração e obrigada por ser tão gentil dividindo suas experiências.

    ANA MARIA
    Rio de Janeiro

  4. Marcio Nel Cimatti 6 janeiro, 2010 at 20:03 Responder

    Oi Aninha!

    Que legal que vai voltar ao Keukenhof.

    Luxemburgo ou Bruxelas acho que vai depender muito do que espera fazer e visitar. Dos dois lugares é possível pegar um trem até o aeroporto de Amsterdã e depois o ônibus para o parque.

    Bruxelas não é longe não! Fica só duas horas de trem.

    Eu quero sim que divida as informações desses lugares todos. Pode me mandar os textos e fotos no ajanelalaranja@terra.com.br que eu publico com o seu nome claro!

    Eu nunca fiquei em Lisse, mas posso te ajudar com a hospedagem.

    Um abraço!
    Marcio

Deixe seu Comentário

×Fechar