Após críticas, Frontier Airlines nega venda de assentos vazios

197
0

Após críticas, Frontier Airlines nega venda de assentos vazios! Assim como muitas empresas afetadas pelo coronavirus, a companhia aérea Frontier Airlines também tentou encontrar caminhos alternativos para seus negócios.

Durante a pandemia, portanto, a empresa tentou oferecer aos passageiros ofertas de assentos vazios do meio das aeronaves.

Os locais, que não serão ocupados para respeitar o distanciamento social entre os passageiros, estavam sendo vendidos como mais espaço para pessoas que já tinham passagem por 39 dólares extras, ou mais.

Porém, é claro que a polêmica foi grande.

Frontier Airlines nega venda de acentos vazios

O posicionamento da empresa

A Frontier Airlines encerrou a oferta de vendas após várias críticas, inclusive feitas pelo congresso dos EUA. Assim, o CEO da empresa, Barry Biffle:

  • Afirmou que desde a última sexta-feira (08), a empresa rescindiu esta política de preços e a nova oferta;
  • Além disto, ele continua aparecendo da mídia para assegurar que a companhia nunca teve a intenção de lucrar com a segurança dos passageiros;
  • Assim, a iniciativa por mais espaço que a Frontier Airlines estava oferecendo acabou sendo deixada de lado.

Levando em consideração o panorama atual em todo o mundo, faz sentido que esta iniciativa tenha sido pesadamente criticada. As reações mais enérgicas, inclusive, vieram das redes sociais, com várias postagens relacionando o interesse financeiro da companhia acima da saúde das pessoas.

Jogada de marketing mal sucedida

Algo que acaba sendo prejudicial, sobretudo nas ações da companhia, é o clima de incerteza que o coronavírus deixa com relação ao futuro. Portanto, o CEO da companhia fez uma série de esforços para amenizar a situação, tais como:

  • Ressaltar todas as ações da Frontier Airlines com relação a limpeza das aeronaves e demais medidas para preservar a saúde dos passageiros;
  • Levar a cabo todos os esforços para que seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde quando a companhia volte com suas operações;
  • Reorganizar suas estratégias financeiras, levando em consideração as demandas do mercado e tentando manter suas contas em dia por meio de um empréstimo.

O fato é que toda a indústria de aviação, no mundo inteiro, está tendo que se readequar diante do atual quadro do coronavírus. De qualquer forma, ainda há perspectivas positivas para quando a pandemia passar e o transporte aéreo for retomado.

Perspectivas para a Frontier Airlines

De acordo com Biffle, mesmo com a crise a expectativa da companhia é de que seus números fechem de forma estável no final do ano. Apesar de não acreditar no aumento de 20% que foi projeto inicialmente, sua expectativa é de que, a médio prazo, seja possível atender a pelo menos 10 mil passageiros por dia. Desta forma, é um progresso significativo comparado a projeção atual de cerca de 3 mil pessoas.

Mesmo com o quadro de isolamento mundial, aos poucos as companhias aéreas de todo o mundo começam a ver pequenos progressos. Portanto, projeções mostram que frotas possam ser usadas novamente em sua totalidade e destinos sejam visitados no futuro. Seja como for, por hora a situação não deve mudar muito drasticamente. Assim sendo, a decisão da Frontier Arilines de voltar atrás com sua proposta de venda de assentos foi bastante acertada.

Se gostou dessa notícia, veja nossas dicas para viagens aos Estados Unidos.



Deixe seu Comentário

×Fechar