Histórias inspiradoras: 9 documentários obrigatórios no Netflix

277
0

Histórias inspiradoras. Após um longo dia de trabalho ou naquele tempo merecido de descanso em um final de semana, nada melhor do que assistir algo bacana. Com cinemas ainda fechados, o jeito é explorar cada vez mais os catálogos das plataformas digitais.

Na Netflix, por exemplo, o menu é vasto: você encontra filmes, séries e documentários, com os mais variados temas, idiomas e faixas de classificação. Hoje vamos listar 9 documentários com histórias realmente inspiradoras para assistir na Netflix. Acompanhe a lista e dê play naquele que parecer mais convidativo para você.

Histórias inspiradoras

Histórias inspiradoras – Documentários na Netflix

Minimalism: a documentary About the important things

Para quem se questiona constantemente sobre o significado e a importância das escolhas que faz na vida, Minimalism é um convite precioso. O documentário foi lançado em 2016 e tem 1h18 minutos de duração. O enredo traz uma série de entrevistas com pessoas que acreditam que a felicidade não está nos bens materiais. Todos apresentam os seus motivos para terem buscado novos caminhos para as próprias vidas, com a crença de que “menos é sempre mais”. O documentário convida o telespectador a analisar a maneira como tem levado a rotina, a influência que a natureza tem na existência de cada um e, principalmente, a responder uma pergunta: o que é felicidade pra você?

Indústria Americana

Lançado em 2019, Indústria Americana traz um enredo inspirador, no sentido de observar os impactos que uma cultura pode provocar em outra. Se você gosta de histórias com uma temática sociocultural forte e bem embasada, este é um bom documentário para você. Neste enredo, portanto, uma empresa chinesa reabre uma fábrica no Estado de Ohio, no centro-oeste dos Estados Unidos da América (EUA).

Assim, a abertura da fábrica gera expectativa em diferentes setores e também desperta o sentimento de esperança para os moradores da localidade. A história foi contada de forma tão impactante, que levou o Oscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem 2020. Além do Oscar, o documentário também já conquistou: Prêmio Independent Spirit de Melhor Documentário 2020; Gotham Independent Film Award de Melhor Documentário 2019; Directors Guil of America Award – Melhor Documentário 2020 (Julia Reichert e Stven Bognar), e ainda o Los Angeles Film Critics Association Award for Best Documentary Film.

O Código Bill Gates

Também lançado em 2019, o Código Bill Gates traz a história de uma dos maiores magnatas de todos os tempos. Bill Gates, que junto com Paul Allen fundou a Microsoft, fala da carreira, das dificuldades que enfrentou, dos sonhos realizados e das metas que ainda deseja alcançar. Atualmente, Bill Gates tem 64 anos e um patrimônio líquido estimado em 113, 5 bilhões USD. O documentário conta com três capítulos, cada um com duração entre 50 e 55 minutos cada um.

No primeiro episódio, ele conta sobre como assumiu uma missão para melhorar as condições de saneamento no mundo em progresso. As irmãs do astro também aparecem no capítulo e contam sobre como foi a infância do gênio. No capítulo dois, o telespectador entende como surgiu a amizade entre Bill Gates e Paul Allen, o co-fundador da Microsoft. E por fim, o enredo mostra três grandes qualidades de Bill Gates em busca de soluções para as mudanças climáticas: paixão, recursos e consciência de urgência. Vale a pena conferir e se inspirar.

A História de Deus – com Morgan Freeman

O documentário já atrai olhares a partir do momento que o nome de Morgan Freeman aparece estampado junto ao título da obra. A história completa está dividida em três temporadas. A primeira tem seis episódios, cada um com 50 minutos. A segunda conta com três, com o mesmo tempo de duração dos capítulos da primeira. Por fim, na terceira temporada o enredo tem seis episódios, cada um com duração de 47 minutos. Morgan Freeman viaja por diferentes lugares, em busca de encontrar um jeito de contextualizar a história de Deus.

Ao longo do caminho, este objetivo parece cada vez mais abstrato, já que a fé e a espiritualidade são diferentes para cada indivíduo. Entre os questionamentos, o ator tenta fazer conexão entre o papel da religião na história, e o espaço que as crenças ocupam na vida particular e na vida enquanto sociedade, além de responder algumas dúvidas que são semelhantes para os seres humanos. Logo no ano de lançamento dos primeiros episódios, o documentário ganhou o Prêmio Emmy do Primetime: Série ou Especial Informativo. Em 2020, ele foi indicado ao NAACP Image Awards de Melhor Série ou Especial de Notícias.

Crip Camp – Revolução pela Inclusão

Com 1h48 minutos de duração, este é um documentário sobre inclusão e responsabilidade social. Crip Camp – Revolução pela Inclusão, é um acampamento de verão, mas bem diferente dos tradicionais. O enredo conta a história de jovens com deficiência, que resolvem unir forças e inovar a maneira de fazer um acampamento. Eles criam um forte movimento em busca de um mundo com mais igualdade, encontrando caminhos para despertar empatia e vencer barreiras. Os adolescentes se transformam em importantes ativistas em prol dos direitos das pessoas com deficiência. O documentário mostra como algumas das ações feitas por eles, contribuíram para mudanças na legislação de acessibilidade para todos. O longa foi lançado em março de 2020. Se você busca um documentário cheio de sensibilidade, Crip Camp vai superar as suas expectativas.

Abstract: The Art of Design

Este traz um assunto mais pontual, pois fala especificamente sobre como os melhores designers do mundo trabalham e pensam seus projetos. O legal do documentário é compreender tudo que há por trás de um processo de criação e do quanto cada detalhe tem seu próprio impacto. Ao abordar questões envolvendo cores, por exemplo, é possível observar o quanto o design influencia vários aspectos na vida das pessoas. O material já tem duas temporadas, sendo a primeira com oito episódios, com duração entre 42 e 48 minutos. Já na segunda temporada, o público conta com sete episódios, com duração entre 43 e 46 minutos.

Brené Brow: The Call to Courage

Com muito bom humor e com uma linguagem bem direta, Brené Brow: The Call to Courage mostra uma conversa de Brené com o público. O formato da gravação também contribuiu para que o telespctador do documentário se sinta parte da plateia. A apresentadora apresenta questões do dia a dia, fala das rotinas de trabalho, de algumas dificuldades sociais que todos têm em comum.

Entre os questionamentos que ela faz para a plateia, “o que é preciso para trocar o conforto pela coragem em uma cultura definida pela escassez, pelo medo e pela incerteza?” … Sempre com um tom divertido na fala, Brené explica sobre a importância de não confundir vulnerabilidade com fraqueza, do quão importante é buscar domar as rédeas da própria vida, mas que também está tudo certo se a pessoas se sentir perdidas em alguns momentos. Este é um documentário ideal para quem precisa de algo inspirador, mas ao mesmo tempo quer assistir um material descontraído.

Homecoming: a film by Beyoncé

Outra indicação com uma linguagem descontraída. Homecoming: a film by Beyoncé, conta um pouco sobre a trajetória brilhante de uma das maiores estrelas da música pop que o mundo já viu. O documentário surgiu para revelar o turbilhão de emoções por trás da apresentação de Beyoncé no Coachella 2018, na Califórnia. Mas o que era para ser apenas mais um grande show na carreira da artista, se transformou em um imenso movimento cultural. O documentário tem 2h17 minutos de duração. Ele foi indicado aos seguintes prêmios: Prêmio Emmy do Primetime: Melhor Roteiro para Especial de Variedade; Emmy do Primetime: Melhor Direção Especial de Variedades, BET Award: Melhor Filme; Prêmio NME para Melhor Filme Musical; NAACP Image Award de Melhor Documentário de Televisão; Primetime Creative Arts Emmy Award for Outstanding Production Design for a Variety Special, entre outros.

Sunderland até Morrer

Futebol sempre mexe com as emoções. Imagine um documentário sobre a luta de um time para voltar à divisão de elite do futebol inglês. A equipe foi rebaixada na temporada 2016-2017 e desde então, tudo se tornou mais complicado. A primeira temporada conta com seis episódios, com duração entre 37 e 46 minutos. A segunda, também com seis episódios, mas com duração variada entre 30 e 53 minutos. O rebaixamento do time coloca uma cidade inteira em estado de nervos. O time se sente na obrigação de resgatar o nome do clube e de devolver o espírito de esperança aos torcedores. Começa então uma preparação intensa, com muita dedicação dos jogadores e da equipe técnica. O documentário mostra todos os detalhes dessa incrível história de superação.

Veja mais dicas!

As melhores rotas para viajar de carro no Brasil

 

Veja também!

Para ajudar a quem está em casa, separamos alguns dicas a mais! Veja abaixo!

Comente a série ou filme que mais gostou, mande foto e marque o @ajanelalaranja no instagram.

Veja mais dicas abaixo! 

O Canadá vai precisar de imigrantes depois da pandemia

Veja como ser mais produtivo trabalhando de casa!

Como morar fora depois da pandemia!

Está com as crianças em casa na quarentena, veja nossas dicas para melhorar a rotina de vocês!

Veja também como será viajar depois da Pandemía!

Conheça o Mundo sem sair de casa com esses 8 documentários

Gosta de futebol? Divirta-se e informe-se no Futeblog.com.br



Deixe seu Comentário

×Fechar