Holanda começa a proibir a maconha

189
1

Haia tornou-se a primeira cidade da Holanda a proibir o consumo de maconha, fazendo com que a droga não possa ser consumida em torno do centro da cidade, estação ferroviária central e das principais áreas comerciais, na mais recente tentativa para controlar a tradicional política que liberava a droga em todo país.

A Lei sobre drogas na Holanda, é separada em duas classes, as leves e as pesadas. A drogas leves, que tem como exemplo a maconha, haxixe e os sedativos estão inclusas na gedoogbeleid(lei da tolerância). Já as drogas pesadas, não estão, e os Países Baixos são bastante rígidos no que trata de seu comércio e consumo.

Maconha

A partir das próximas semanas, serão distribuídos panfletos nas famosas coffee shops que vendem cannabis e abrigos para sem-teto, em prol de alertar sobre multas para aqueles que forem pegos violando a proibição. Uma versão em inglês do folheto será disponibilizada também em hotéis.

A cannabis atualmente é vendida abertamente em 573 cafeterias operando em 103 dos 380 municípios da Holanda, incluindo Haia.

No entanto, o aumento das variedades da droga atualmente disponíveis, comparada com os anos 70 quando a política de tolerância foi introduzida, traz ao governo a preocupação de que esteja estimulando o comportamento antissocial, segundo as autoridades centrais e municipais nos últimos anos.

O governo diz receber muitas queixas de moradores e visitantes sobre o forte cheiro de maconha e o barulho de seus usuários. Também foi dito que o uso de drogas leves tem um impacto negativo no ambiente e na vida dos moradores e visitantes nas áreas onde a proibição será implementada.

A proibição será imposta pela polícia, com advertências dadas aos que estiverem usando o medicamento em 13 locais públicos designados nas próximas duas semanas.

As multas, cujo valor ainda será decidido pelo promotor público, serão aplicadas após esse período, e a polícia estará monitorando proativamente as portas das lojas para os usuários.

O município de Amsterdã proíbe o uso de drogas em escolas e playgrounds. Roterdã introduziu uma proibição de uso em 2010 em torno de cinco escolas vocacionais secundárias, que depois foram estendidas para escolas em toda a cidade. A cidade também vem buscando reduzir o número de cafeterias.

holanda

O desenvolvimento em Haia é apenas o mais recente movimento na tentativa de aumentar as regras em torno da venda e uso de cannabis. Governos recentes têm reprimido e banindo cafeterias nas áreas que atendem turistas. No mês passado, o governo holandês anunciou um esquema de teste, em 10 municípios, para a produção regulamentada de cannabis com cultivadores recrutados por meio de uma proposta.

Atualmente, as cafeterias vendem a droga, mas não têm permissão para produzi-la, o que, segundo os críticos, oferece uma abertura clara para as gangues criminosas se tornarem fornecedoras.

Escolhendo maconha no coffeshop na Holanda

Mitos sobre as drogas na Holanda

Pretende conhecer a Holanda? Veja nossas dicas!

Estados Unidos terá resort para quem fuma maconha



1 comentário

  1. Allison 23 abril, 2018 at 08:23 Responder

    Em uma parte do texto você trata a maconha como “medicamento” e em outra como “droga”, o que poderia significar a mesma coisa mas também não. Você é consumidor de maconha caro autor?
    Abs.

Deixe seu Comentário

×Fechar