Conheça o Mercado de São José em Recife

156
4

Como eu já tinha falado no post sobre os locais para comprar artesanatos, o Mercado de São José, em Recife, atrai não só por vender souvenirs, mas por sua história.

Localizado no bairro de São José, é o mais antigo edifício pré-fabricado em ferro no Brasil e foi tombado como patrimônio histórico. O Mercado tem a mesma estrutura que os mercados da Europa do século XIX. Foi construído onde se localizava o Largo da Ribeira, e antigamente só existiam barracas vendendo frutas, verduras e pescados.

Para quem conhece o Mercadão de São Paulo, vai estranhar um pouco. O mercado de São José, que leva esse nome por causa do bairro que está localizado, é muito bonito por fora, mas o local onde está localizado e o seu interior são muito sujos.

Hoje ele é dividido em duas partes: 1/3 funciona para a venda de frutos do mar, e os outros 2/3 para venda de artesanato. Há uma variedade muito grande de lojas e produtos – até artigos religiosos – nos mais variados preços. Por isso, a dica é sair negociando. Se você compra em quantidade, mais eles baixam os preços; e, se você vai com um local, ou seja, com alguém que fale “a mesma língua” (que tenha o mesmo sotaque, e que eles vêem que não é turista), os preços caem um pouco mais.

Na parte externa do mercado, nas ruas ao redor, é possível comprar frutas, verduras, ervas, etc.

Se você está indo pelo indo pela primeira vez, o melhor é ir acompanhado de um grupo, ou de um local, pois é muito fácil de se perder. É bom tomar cuidado com pequenos furtos.

O Mercado de São José é também um excelente lugar para fotografar. As cores, os artesanatos, os trabalhadores,… Tudo é inspirador para excelentes “shots”.

Onde? Praça Don Vital, s/nº – São José

 Mercado-de-São-José



4 comments

  1. Paula Brum 31 julho, 2012 at 17:29 Responder

    Estive lá em duas oportunidades distintas, mas curti bastante. É uma ótima oportunidade para sentir as diferenças culturais… Por lá se vê muito peixe, por cima de balcões de azulejos imundos, mas onde todos compram sem preocupação… Na primeira vez que estive lá havia um trabalhador desossando uma carne, com um facão hiper enferrujado e atirando no caminho dos passantes os ossos – uma imagem estranha, mas divertida pelo absurdo da situação. Tem moscas, muitas moscas, mas também temperos especiais, artesanato e coisinhas tipicas. E por falar em artesanato e lembrancinhas, lá se encontram camisetas, chapéus e enfeites tipicos por preços bem mais em conta que na feirinha de boa-viagem e nas praias.
    Abraços,
    Paula
    http://www.mochilinhagaucha.blogspot.com.br

Deixe seu Comentário

×Fechar