Visite o monastério, almoce e durma no albergue da Chimay

129
0

Atualizado em 15/01/2015

No sexto dia do nosso roteiro pela Bélgica para conhecer as cervejarias e monastérios, rodamos mais 150 quilômetros para chegarmos na abadia Notre-Dame de Scourmont. É dentro desse monastério que se produz a cerveja trapista mais conhecida, a Chimay.

Andamos pelo monastério. Lá é possível conhecer a igreja, os jardins e até um cemitério, mas a cervejaria não é aberta ao público em geral.

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

Conseguimos conhecer a cervejaria devido a um convite especial que o Edú recebeu. Mostro um pouco do que vimos e o que tomamos lá na fabrica!

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

Depois de ficar impressionado com todo o processo de produção e controle de qualidade da Chimay, entrei na igreja que é muito simples, sem quadros e decoração, com apenas um crucifixo e os bancos de madeira. O silêncio absoluto só era quebrado quando alguém andava.

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

Do lado de fora, um campo com árvores altas e uma rua forrada de folhas laranjas que leva ao cemitério. Lá são enterrados os monges. Tudo muito bonito e bem cuidado.

Saímos do monastério e fizemos o check-in no Auberge de Ponteaupré, que é a hospedaria oficial da Chimay e onde funciona um pequeno museu e um ótimo restaurante.

TRAPPIST TOUR 2013

Tivemos um almoço com harmonização das cervejas da Chimay. Espetacular!

O resto da tarde foi dedicada a degustação dos queijos e de toda a linha de cervejas da Chimay.

TRAPPIST TOUR 2013

TRAPPIST TOUR 2013

Farofa Chimay

queijo

Uma curiosidade! Às 18 horas, o restaurante e a recepção do Auberge fecham, os hóspedes ficam com acesso aos quartos por uma escada lateral. A parte boa, além do silêncio e da tranqüilidade do pequeno hotel, é que o frigobar tem um monte de Chimay.

Foi uma noite de muita conversa e risadas entre amigos tomando ótimas cervejas.

A cidade de Chimay tem muita história. É um vilarejo medieval bem característico, com um castelo construído no alto de uma rocha enorme e ruas bem estreitas ao redor.

Passe uma manhã andando pela cidade. Comece pelo castelo e vá até a torre que foi construída para ajudar na defesa da cidade e ainda está de pé. Foi o que sobrou de toda a muralha que existia na cidade.

Reflexo

O condado de Chimay foi transformado em principado em 1486 por Maximilien d’Autriche e a princesa descendente da família, acredite, mora atualmente no castelo.

Castelo

Entenda o roteiro para visitar as cervejarias trapistas na Bélgica. Leia os posts abaixo.

Quem foi e onde fomos? Entenda nossa viagem!

Primeiro dia, chegamos em Frankfurt e fomos beber e dormir em Dusseldorf.

Segundo dia, pela manhã visitamos e experimentamos as cervejas na Achel, abadia de “Saint-Benedictus”, em Hamont-Achel, Bélgica. 

Segundo dia a tarde, tomamos as oito cervejas produzidas pela La Trappe no restaurante do próprio monastério, na Holanda. 

Segundo dia a noite, chegamos na Antuérpia e fomos ao Kulminator, o melhor bar do mundo para tomar cervejas safradas.

Terceiro dia pela manhã, almoçamos no restaurante da Westmalle.

Terceiro dia a tarde, tomamos as desejadas Westvleteren no restaurante em frente ao monastério.

Quarto dia pela manhã, andamos pelo centro de Poperinge e conhecemos o museu do lúpulo.

Quarto dia a tarde, almoçamos na cervejaria De Halve Maan em Bruges.

Quinto dia, Bruxelas, chocolates, moules-frites e muitas cervejas no Delirium Café.

Sexto dia, um mergulho no mundo da Chimay, visitamos o monastério, a fábrica, almoçamos e dormimos no Auberge de Ponteaupré, que é a hospedaria oficial da Chimay.

No sétimo dia pela manhã, conhecemos o monastério mais bonito e imponente de todos, abadia Notre-Dame d`Orval, onde é produzida a saborosa Orval.

Sétimo dia a tarde e nossa última parada, conhecemos a Rochefort e jantamos na cidade.

Mais dicas para sua viagem!

Não viaje sem Seguro de Viagem! Faça o seu clicando aqui!

Reserve seu hotel pelo Booking, não há cobrança de taxa extra nas reservas. E,  na maioria dos casos, o cancelamento é grátis. Aproveite!

Siga nosso Instagram e veja antes as imagens das nossas viagens! 

Assine nosso canal no YouTube! Clique aqui



Deixe seu Comentário

×Fechar