Evite uma roubada, não viaje sem seguro!

48
0

Atualizado em 29/04/2019

Recentemente, uma família relatou no nosso grupo no Facebook problemas de saúde em Orlando, que motivaram a volta ao Brasil. Recebi estas orientações sobre Seguro Viagem e achei importante compartilhar aqui no blog.

A questão é principalmente a necessidade ou não de contratar um seguro viagem, mesmo tendo um plano de saúde que atenda no exterior. Isto gera muitas dúvidas!

A grande diferença é o seguinte: o plano de saúde do Brasil que atende em outros países vai apenas cuidar da SAÚDE do cliente, resolvendo a questão do atendimento médico. Em casos mais complexos que acarretam perda de voo ou necessidade de translado para o Brasil, geralmente não estão cobertos pelos planos de saúde (confira o seu). Portanto, no caso de não comparecimento ao embarque na hora prevista (no show), o passageiro não tem nenhum atendimento preferencial e terá que procurar a Cia Aérea que vai definir através da base tarifária em que a passagem foi comprada e realocar esse passageiro em um outro voo mais próximo, cobrando o valor da diferença.

No caso de um seguro viagem, a seguradora, ao ser informada que o cliente está com problemas de saúde, teria colocado a família em um hotel e tratado toda realocação em outro voo. Outra situação, caso a família ainda não tivesse perdido o voo, é que o médico da seguradora daria a autorização para embarque.

A questão da família realocada num hotel vai variar da cobertura contratada. No caso dos Estados Unidos, o plano mais barato não é recomendado, pois a alteração na passagem só de volta custaria quase o valor da ida e da volta já pagas. Além disto, o padrão do hotel também depende da cobertura escolhida, portanto o plano mais barato oferece hotéis mais simples.

Então, avalie bem as coberturas oferecidas. Analise a cobertura de regresso sanitário (translado de volta ao domicílio quando o passageiro não pode viajar como passageiro comum), a cobertura de convalescença em hotel e traslado de corpo. É bem chato pensar sobre isto em uma viagem, onde todas as expectativas são positivas… mas vale a pena se prevenir para não tornar o problema ainda maior.

Agradeço ao pessoal da Safety Card que me ajudou com as dúvidas mais técnicas. Quando eu viajo contrato a Safety Card. Contrate o seu clicando aqui!

Seguro



Deixe seu Comentário

×Fechar