Qual a origem dos pratos típicos de final de ano?

83
3

Todo final de ano é a mesma coisa. A mesa farta com diversos pratos típicos que comemos só nesta data. Mas, a verdade é que muitas pessoas nem sabem o motivo por trás desta tradição. Por isso, decidimos fazer um post com um pouco da história ou a origem dos alimentos típicos de final de ano.

Peru

Desde os anos 1600 os americanos comem Peru no dia de Ação de Graças, comemorado na quarta quinta-feira de novembro, dia em que eles celebram a boa colheita na época. O peru era uma ave tradicional da região que tinha muita carne e que matou a fome dos primeiros colonos que chegaram por lá. Por isso, significa fartura e foi logo ganhando o mundo como prato símbolo natalino.

Lentilha

Esta tradição vem dos italianos que seguem à risca o ditado “Lentilha no Ano-Novo, dinheiro o ano todo”. E o costume foi trazido para cá com a onda de imigração italiana final do século 19.

Panetone

O panetone também é italiano e surgiu, mais especificamente, em Milão. Como era um pão muito difícil de ser preparado, graças a adição das frutas na massa, era uma iguaria preparada apenas em ocasiões especiais, como o Natal e Ano Novo.

Panetone da Le Vin

Panetone da Le Vin – Divulgação

Rabanada

A rabanada é um doce típico português que foi criado para dar conta dos pães duros que sobravam. Além disso, era tradição dar o doce à mulher grávida, pois dizia que ele ajudava ela a ter mais leite para o bebê. E é por isso que é um prato típico natalino, porque representa o nascimento.



3 comments

  1. Allan 22 dezembro, 2013 at 07:32 Responder

    Legal!
    Acabamos trocando o peru por algo mais fácil e menor: frango com abacaxi. Evitamos passar uma semana comendo as sobras do peru, mas o panetone não falta nunca. Só a rabanada foi deixada pelo caminho, em um Natal qualquer da minha infância.

    Feliz Natal!
    🙂

Deixe seu Comentário

×Fechar