Passeio no lago Nahuel Huapi

173
8

Atualizado em 05/09/2014

Um dos passeios que devem ser feitos em Bariloche é pegar um barco pelo lago Nahuel Huapi e ir até a ilha Victoria e o bosque de Arrayanes.

Para fazer esse passeio, optamos pelo catamarã Cau Cau, que sai de Puerto Pañuelo às 14hs e retorna às 19hs.

Cau Cau significa “gaivota grande” em Mapuche, a língua dos indígenas da região antes da colonização dos espanhóis. O Cau Cau é bem moderno com aquecimento, um café e uma lojinha de souvenir na parte de baixo.

As dicas do passeio começam aqui. Pague cerca de R$20 a mais e vá no andar de cima, na área vip. As vantagens são: na hora dos embarques não precisa enfrentar a fila, nem “brigar” para ter uma boa visão do lago Nahuel Huapi, seu lugar na parte vip é bom e fácil de ir para parte de fora curtir a paisagem. Outras coisas boas são as comidinhas e as bebidas no caminho. A tripulação do catamarã serve vinho tinto, refrigerante  e chocolate quente. As comidas, mais tradicionais impossível, são empanadas e alfajores. Ah, como o passeio é a tarde toda, você provavelmente gastaria esse dinheiro para comer e beber.

A vista do porto na saída já é linda e eleva a expectativa do que veremos no passeio. Nesse momento somos informados que o tempo até a primeira parada é de 45 minutos. Logo que o barco começou a navegar, fui para a parte de fora e comecei a clicar.

Já nos primeiros minutos um grupo de gaivotas apareceu bem perto do barco e seguiu nos acompanhando até o fim do passeio. Os fotógrafos da embarcação aparecem com biscoitos e a parte de fora do barco vira uma festa com os turistas dando os biscoitos para as gaivotas, que já estão acostumadas e vem comer na mão de cada um.

Além dessa interação com as gaivotas, a paisagem no caminho até a isla Victoria é belíssima, as montanhas cobertas de neve refletem na água transparente do lago lago Nahuel Huapi. Paisagem que me lembrou os passeios pelos alpes italianos e alguns montes na Suíça.

Acompanhe o próximo post da ilha Victoria e o seguinte do bosque de Arrayanes.

Veja todas as nossas dicas da Argentina e viaje muito mais preparado!

Dicas Práticas – Argentina – Leia antes de viajar!

Não caia no golpe das notas falsas na Argentina

Temporada de neve! Veja 5 dicas para a sua viagem

10 dicas para quem vai passar o natal e réveillon em Buenos Aires

5 dicas para não ser enganado no táxi em Buenos Aires

Dicas de roupa para temporada de neve.

Atrações de Buenos Aires

Conheça o MALBA em Buenos Aires

Sua visita ao cemitério da Recoleta nunca mais será a mesma!

Museu dos Beatles em Buenos Aires

5 passeios para fazer em Buenos Aires no feriado.

Onde beber bem na Recoleta?

O que fazer na Recoleta em Buenos Aires

Onde comer no centro de Buenos Aires?

O que ver no centro de Buenos Aires

Onde comer doces na Recoleta?

Qual melhor show de tango em Buenos Aires?

Recoleta, onde comer?

Onde ficar em Palermo, Buenos Aires

Veja onde comer bem em Palermo, Buenos Aires.

Cinco restaurantes que você tem que conhecer em Buenos Aires

Buenos Aires de bicicleta elétrica

Buenos Aires a noite, vá para os bares de Palermo

Fim de semana em Buenos Aires, um vídeo com dicas!

Marriott Plaza Buenos Aires

Compras em Buenos Aires

Galerías Pacífico – Bisnagas de sabão da VZ Bath & Body

Achado no Free Shop de Buenos Aires

Compras em Palermo, Buenos Aires

Onde comprar tênis em Buenos Aires?

Compras na Recoleta, Buenos Aires

Dicas de compras no centro de Buenos Aires

Outlets em Buenos Aires

Vá a um jogo do Boca Jrs em Buenos Aires

Bariloche

Bariloche – dicas práticas

Dicas de Bariloche: Faça uma ótima viagem

Onde ficar em Bariloche

Bosque dos Arrayanes

Ilha Victoria

Passeio no lago Nahuel Huapi

El Patacon, jantando bem em Bariloche

La Bomba em Bariloche

Fugir do frio em Bariloche.

Cafayate 

Você é caçador de disco voador? Então precisa conhecer Cafayate

As bodegas de Cafayate: conheça a Piatelli Vineyards

As vinícolas de Cafayate na Argentina

Cafayate, um paraíso dos vinhos em meio às montanhas

Salta

House of Jasmines – Romantismo em Salta – Argentina

Alfajor Caseiro na Argentina

San Juan

Onde ficar e onde comer em San Juan, na Argentina

Conheça os vinhos de San Juan

Mendoza

Onde comer em Mendoza?

Mergulhamos no mundo dos vinhos argentinos.

As bodegas de Mendoza – Dia 1

As bodegas de Mendoza – Dia 2

As bodegas de Mendoza – Dia 3

Bodega O. Fournier, um paraíso do vinho em Mendoza

Conheça as bodegas Trapiche em Mendoza

Veja essas dicas de onde ficar em Buenos Aires!

Dica!

Como o centro de Buenos Aires não é o lugar mais bacana para ficar na cidade, escolha seu hotel entre a Recoleta e Palermo.

É mais gostoso, mais seguro e mais bonito ficar nessas regiões.

Seguem algumas indicações para atender todo tipo de turista e de bolso.

Em Palermo!

Começamos com as dicas de Hostel para quem vai de mochila ou não pretende gastar muito com a hospedagem:

Hostel Suites Palermo –  Esse Hostel da HI fica numa mansão e é um bom exemplo de albergue que dá para dormir tranquilo sem aquela barulheira e em quarto privativo. São 11 deles. Uma boa opção para casais que querem privacidade mas não querem gastar muito. É até estranho falar sobre albergue que não tem balada e é tranquilo, mas esse é o caso do Suites Palermo. Importante o Wi-Fi é grátis nas áreas comuns.

Quem quer pagar um pouco mais nossas sugestões são:

Kala Petit Hotel – Um casarão que virou hotel, essa é uma definição razoável para o Kala. A piscina, a churrasqueira e até a cozinha fica disponíveis para os hóspedes, os quartos não são luxuosos mas são agradáveis e os banheiros em alguns casos são compartilhados. Essa é uma opção interessante quando pensamos em custo x benefício.

Palermo Viejo B&B – Essa é nossa indicação para quem vai as compras na Avenida Córdoba. Fica pertinho de lá. O Palermo Viejo tem um bom café da manhã, Wi-Fi grátis e os quartos são decorados com arte e cores diferentes. Todos tem frigobar, cofre e banheiro.

Para quem quer ficar muito bem e pode pagar mais, não deixe de pesquisar essa sugestão aqui:

Nuss Buenos Aires Soho – O Nuss é para quem procura por atendimento personalizado e super atencioso, quartos muito bem decorados, sauna, piscina e academia de primeira. Para fechar o pacote o Nuss é muito bem localizado.

Na Recoleta!

Dica de Hostel para quem vai de mochila ou não pretende gastar muito com a hospedagem:

Mansion Junin Hostel & Suites – O ponto forte desse albergue é mesmo a localização. Os funcionários ajudam sempre que possível, mas não se esqueça que é um albergue antigo. Se quer pagar pouco por uma boa localização o Mansion vai agradar.

Quem quer pagar um pouco mais que o hostel nossas sugestões são:

Unique Executive Chateau – Outra opção com boa localização e bom custo x benefício.

Ayacucho Palace Hotel – Uma opção mais bacana com boa localização. Dá par ir a pé ao centro e andar pela Recoleta.

Pagando mais um pouco a mudança de nível é interessante, nossa sugestão é:

Marseille des Anges Hotel – Esse hotel fica perto de uma praça bacana e a decoração vai conquistar os hóspedes de bom gosto.

Para não ter dúvida e aproveitar o hotel tanto quanto o destino, fique nos melhores hotéis da cidade que na nossa opinião, são:

Alvear Palace Hotel – Luxuoso, acho que essa palavra define o Alvear. No melhor lugar da Recoleta. Quero ver você conseguir sair do hotel.

Palacio Duhau – Park Hyatt Buenos Aires – A opção para quem quer ficar em um palácio. Só tem um jeito de sua estadia ficar perfeita. Se escolher a suite com hidromassagem e lareira.



8 comments

  1. JOÃO GADELHA 18 outubro, 2010 at 19:41 Responder

    Olá! Achei este assunto interessante, parabéns pela postagem! Aproveite e visite meu blog também, quem sabe vc possa seguí-lo. E se gostar, vote! Estamos entre os 100 melhores blogs na categoria empreendedorismo do TOP BLOG. Aguardo sua visita!
    Forte abraço,
    JOÃO GADELHA

  2. Luciana 31 março, 2012 at 23:17 Responder

    Você saberia dizer quanto foi o passeio?

    Gostaria de saber o preço do catamarã (VIP, é claro!) com a excursão até Ilha Victoria e Bosque del Arrayanes.
    Obrigada!

Deixe seu Comentário

×Fechar