Manifesto de um pai que participa!

363
21

Atualizado em 30/11/2016

Sou pai de duas princesas. A Vitória de 5 anos e a Giovana de 2 anoa. Desde os primeiros minutos de vida delas eu procuro participar de tudo. Lembrando bem, antes mesmo delas nascerem eu já participava, fui em todas as consultas e exames que foram necessários.

As pequenas nasceram e logo foram para estrada comigo. Viajamos muito, afinal, esse é meu trabalho: viajar para dar dicas de viagem com crianças aqui no blog. E foi participando intensamente da vida delas que logo criei coragem e comecei a viajar sozinho com a Vitória. Claro, que começamos de leve, conhecemos muitos resorts que tem a estrutura que precisamos.

Mas logo percebi que tem um momento nessas deliciosas viagens que me incomoda. Visualize esta situação: você está todo empolgado para viajar, chegou no aeroporto e tá começando a aproveitar aqueles bons momentos pai-e-filha. Chega uma hora que ela pede para ir ao banheiro. Ela é menina. Você é menino. Ela ainda não sabe ir ao banheiro sozinha. Você tem que acompanhá-la. A não ser que queira ser preso por atentado ao pudor, o banheiro feminino está fora de cogitação. O jeito é levar a sua pequena, toda delicada, ao banheiro masculino. E é aqui, meus amigos, que a coisa complica.

É claro e inevitável que apareçam as perguntas do tipo: “Pai, porque essas privadas na parede?”. Isso é o de menos. É até divertido. O problema mesmo é a limpeza. Tem lugar que é horrível e já segurei minha filha no alto para ela fazer seu xixi algumas vezes.

E é por estar cansado desta situação, que aproveito meu blog, que tantos pais visitam, para pedir banheiros familiares e fraldários em banheiros masculinos.

Pense bem, os tempos mudaram. Pais levam as filhas no banheiro, papais sabem trocar fralda, passeiam e viajam com seus filhos.

Mas, somos obrigados a levar nossas pequenas ao banheiro masculino por falta de opção. E para quem passeia com suas bebês é a mesmo coisa! Tá na hora de acabar com essa coisa de só ter fraldários nos recintos femininos. Precisamos de um lugar para ajeitar nossas filhotas sem constrangimento e com higiene.

Existem ótimos exemplos em shoppings de São Paulo, que outros estabelecimentos podem e devem seguir.

Se você é pai ou mãe e concorda com isso, compartilhe, tuite, curta, mande para os amigos, conte para aquele seu colega jornalista, poste o selo no seu blog (pegue o código do selo na capa do blog). Só dessa forma vamos ser ouvidos! Valeu!

Manifesto do pai que participa

Blogueiro, apoie nosso manifesto colocando o logo do seu blog no selo abaixo e colando no seu blog.



21 comments

    • ajanelalaranja 20 maio, 2013 at 10:15 Responder

      Valeu Gustavo!!

      A idéia é essa mesmo. Aqueles banheiros familiares dos EUA já existem em alguns lugares aqui em São Paulo, mas precisamos de muito mais.

      Ah, quando a mãe leva o menino acho que é mais tranquilo, mas o banheiro familiar ainda é a melhor opção.

      Que legal, curte muito a gravidez também!!

      Abração!!!

  1. Patrícia 20 maio, 2013 at 14:51 Responder

    Excelente! Estou terminando um post sobre o mesmo assunto! Acho indispensável! Porquê só as mães levam os filhos ao banheiro? O banheiro familiar é algo tão fácil e tão útil! Parabéns pela iniciativa!

  2. Elaine Castro 21 maio, 2013 at 11:28 Responder

    Super apoiado! Já socorri um pai que estava constrangido de entrar com a filha no banheiro masculino do shopping, mas imagino como ele ficou aflito ao confiar a garotinha dele à uma estranha. Ótima iniciativa. Parabéns.

  3. Rômulo Rodrigues 21 maio, 2013 at 11:50 Responder

    Muito boa sua iniciativa .
    Tambem sou pai de uma menina e como você , sou e sempre fui participativo em todas as fases da vida dela .
    E sempre senti necessidades desses banheiros quando saia com ela.
    Parabens

  4. Ingrid Pavan 21 maio, 2013 at 20:29 Responder

    Pois é morro em Vitória-ES, aqui nos shoppings existem sim banheiro família, mas os pais não podem entrar com os filhos, achei um absurdo e olha que o meu marido queria entrar com nossos dois meninos, pois o banheiro masculino fica muito longe eles tiveram que entrar sozinhos, no dia até fizermos uma notificação com o shopping.

  5. Renata Rezende 22 maio, 2013 at 01:04 Responder

    Acho ótimo estes banheiros familiares. Eu enfrento o problema do outro lado. Sou mãe, e tenho um menino. Depois de determinada idade é constrangedor entrar com ele no banheiro feminino, mas não gosto nem um pouco da ideia de deixar ele sozinho em um lugar publico (ouve-se muitas histórias). Aqui no Rio já tem alguns banheiros familiares. Muito melhor para todos os membros da familia! Parabéns pela iniciativa. Todos os lugares públicos deveriam ter banheiro família!

  6. Silvia Regina Salatini 22 maio, 2013 at 11:06 Responder

    Olá Márcio, Lembro bem que qdo meu ex-marido saia com nossa filha ainda pequena, sempre reclamava dessa dificuldade!!!
    Parabéns pela iniciativa!

  7. Tiffany @blogdati 24 maio, 2013 at 08:59 Responder

    Márcio, excelente iniciativa! Não tenho conseguido visitar muito os blogs amigos, mas hoje dei uma passadinha, li sobre a campanha e já coloquei o selo no Blogdati. Super apoio a ideia. Meu marido passa por apuros quando sai com os meninos (#aos5 e #aos8meses) e sei que a vida dele e de muitos outros pais seria mais fácil com mais apoio. Abraços!

  8. Sabrina 24 maio, 2013 at 16:31 Responder

    Também acho um absurdo só ter fraldário em banheiro feminino… como se só as mães cuidassem dos filhos. Eu nunca tinha ouvido desses banheiros familiares, mas achei interessantíssima a proposta. Parabéns pela iniciativa!

Deixe seu Comentário

×Fechar