Ta a fim de uma viagem diferente?

70
0

Ainda dá tempo de planejar algo para as férias. E também de pensar em algo bem diferente, como as chamadas Viagens de Experiência e as Viagens aliadas à trabalhos voluntários.

Dá para fazer uma viagem conhecendo comunidades indígenas em Roraima e dormindo em redários, passar as férias navegando pela Amazônia… ou viajar para a Tailândia e ajudar a cuidar de elefantes ou aqui no Brasil mesmo cuidando de onças em Goiás.

Estes são só exemplos de duas iniciativas bem bacanas que organizam estas experiências.

Uma delas é ganhadora por dois anos do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade (Associação Brasileira de Operadoras de Turismo). A Aoka Tours tem um trabalho muito legal de viagens de experiência, porque não apenas leva os turistas a lugares menos explorados. O mais bacana é todo o trabalho de desenvolvimento das comunidades visitadas para que se estruturem para receber este tipo de viajante, gerando renda localmente. Para cada viagem, a Aoka Tours estabelece uma rede de parcerias com comunidades, hotéis sustentáveis, operadores ou guias locais.
O Ricardo Gravina, um dos fundadores, explica o que a Aoka faz de mais legal: “Buscamos criar espaços de conexão verdadeiros dos visitantes com a realidade local e com as pessoas que moram lá. Em tempos de sobrecarga audiovisual, as pessoas estão carentes de experiências que toquem de fato seus corações. É isso que queremos criar, experiências que transformem a sua visão de mundo.”
Aoka

Outro exemplo muito legal é o volunteervacations.com.br que viajou por vários países e selecionou projetos sociais ou ambientais muito importantes, que se beneficiam de trabalhos voluntários de curta duração. As  férias voluntárias podem ser de 1, 2 semanas ou até muito mais., no próprio Brasil ou em países da Ásia, África…

Um dos idealizadores é o Andre Fran, do programa do Multishow “Não conta lá em casa”. Ele fala nos conta como surgiu a idéia e um pouco mais do projeto:

“Como acabei ficando conhecido entre os amigos pelo meu gosto por viagens inusitados, recomendaram a Mariana, hoje minha sócia, que fosse conversar comigo sobre um projeto que ela tinha. A ideia dela era bem grande mas tinha uma parte relacionada a Viagens Voluntárias. Falei para ela que se quisesse focar nessa parte eu entrava de sócio. E assim surgiu a Volunteer Vacations.

As viagens voluntárias e a possibilidade de inserir a questão do voluntariado e das ações humanitárias sempre foi um desejo meu ao conhecer alguns dos destinos mais complicados do mundo. E a Volunteer Vacations é uma maneira de levar uma ajuda permanente a vários lugares.

É uma forma de inserir o voluntariado na engrenagem do sistema hoje em dia. Uma experiência que contribui com a formação profissional, pessoal, empresarial e humana.”

VV

O que estas viagens tem em comum é o fato de buscarem oferecer uma experiência transformadora para o viajante e que, ao mesmo tempo, deixarem uma pegada positiva nas comunidades e projetos que visitam.

Eu ainda não fui em nenhuma destas, mas está na minha lista…



Deixe seu Comentário

×Fechar