terça-feira, agosto 9, 2022
spot_img
HomeEuropa e DemaisSuiçaCapital da Suíça: o que fazer em Berna

Capital da Suíça: o que fazer em Berna

A capital da Suíça oferece atrativos que são indispensáveis para aqueles que apreciam trilhas em meio aos Alpes ou visitar pequenos vilarejos. Já as grandes cidades mostram os hábitos da cultura local mais urbana. Esses centros contam com ótimas opções de lugares para serem explorados pelos visitantes. Uma dessas cidades é a capital Berna, que pode ser incluída em um dia de viagem enquanto você viaja pelo país da Europa Central.

Capital da Suíça

A capital da Suíça conta com diversas atrações que podem ser acessadas a uma curta distância e que não exigem que você utilize nem mesmo o transporte público. Basta você descer do trem, se instalar no hotel que mais lhe convém e iniciar a exploração pelos atrativos turísticos. Eles mostram um pouco da história, entretenimento cultura que a capital da Suíça pode lhe proporcionar.

Veja nesse texto sete excelentes opções de turismo que existem em Berna que podem ser feitas em poucas horas de exploração pela cidade.  As alternativas listadas estão situadas próximas a Altstadt ou nas proximidades da cidade velha de Berna, garantindo que o visitante não precise investir qualquer dinheiro com deslocamento.

1.         Edifício do Parlamento: um dos destaques da capital da Suíça

O Edifício do Parlamento, na parte sudoeste da cidade, é uma das referências arquitetônicas mais notáveis em Berna, refletindo muito da cultura que se encontra presente na região. Atual sede do Governo Federal Suíço, o lugar retrata uma parte significativa da história do país e pode ser acessado por qualquer visitante.

Esse lugar abriga as sedes dos poderes Executivo e Legislativo do país. Trata-se de um dos edifícios históricos mais importantes na Suíça – inclusive fazendo parte do Inventário Suíço de Bens Culturais de Importância Nacional. A edificação é composta de três estruturas conectadas entre si –  as câmaras da Assembleia Federal, o Conselho Nacional e o Conselho de Estados.

Na parte arquitetônica, chama a atenção a parte frontal, no qual pode ser vista uma abóboda em formato de cruz suíça que ornamenta o segmento superior do prédio. A cúpula possui uma altura de 64 metros, com um mosaico no centro que representa o brasão federal com a inscrição do tema latino Unus pro omnibus, omnes pro uno (“Um por todos e todos por um”).

2.         Torre do Relógio de Berna: atração obrigatória para quem visita a cidade

Localizada em uma das principais vias da zona central da capital da Suíça, a Kramgasse, a Torre do Relógio é um dos cartões-postais da capital da Suíça. A edificação, que remete à época medieval, foi porta de entrada da vila entre 1191 e 1256, compondo uma espécie de muralha para proteger a entrada de invasores.

 Com o crescimento natural da cidade e a mudança do contexto sociopolítico ao longo dos séculos posteriores, a característica de proteção foi se tornando dispensável. A edificação inclusive se tornou uma prisão antes de passar por um incêndio, no ano de 1405.

Com a reforma, o prédio passou a abrigar o sino e o icônico relógio mecânico, composto de um belíssimo calendário astronômico. Existe um mostrador astrolábio junto a um mostrador composto pelos doze signos do zodíaco, que exibe o sol e a lua e as suas quatro fases orbitando o zodíaco.

Ao longo da história da cidade, a Torre registrava a hora oficial de Berna. Além dessa função, o relógio também servia para orientar a população local sobre unidades de medida como cúbito e palma, localizadas junto ao arco do portão. Estas eram utilizados constantemente para verificação pelos moradores.

O mecanismo tem uma espécie de animação mecânica que surge no centro do relógio durante os quatro minutos que antecedem uma hora completa. Na parte interna do prédio, os visitantes podem conferir como esse sistema funciona.   

3.         Casa de Albert Einstein: outro ponto de destaque da capital da Suíça

Um lugar indispensável de ser visitado enquanto você estiver em Berna é o lugar que serviu como casa de Albert Einstein entre os anos de 1903 e 1905. Foi enquanto residia ali que o cientista desenvolveu a sua teoria mais conhecida – a da relatividade.

No local – um apartamento no terceiro andar da Kramgrasse 49 –  existe um museu que preserva a decoração da época. O local mostra registros da vida do cientista no período em que ele esteve na cidade, que pode ser frequentado das 10h às 17h. No local, também está situada a cafeteria Einstein Kaffee, que possui quartos em dois andares e uma atmosfera convidativa para desfrutar de uma pausa ao longo do dia de visita.

capital da Suíça

4.         As fontes de Berna: um local mágico e inesquecível para visitação

As ruas da zona central de Berna contam com fontes em diversos pontos das vias, que não servem somente para a finalidade turística. Lá também é possível beber água fresca das fontes, originárias de suas montanhas.

Cada um dos cerca de cem chafarizes espalhados pela zona central da cidade tem um toque característico, contando com estátuas que remetem a momentos marcantes da história e cultura da cidade ou do país. Onze deles são considerados Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Booking.com

5.         Catedral de Berna: um lindo ponto de religiosidade na capital da Suíça  

A Catedral de Berna é outro ponto turístico fundamental para conhecer de perto a cultura local da capital da Suíça. O templo religioso pode ser considerado a mais importante estrutura neogótica do país, com vitrais extremamente valiosos, datando dos anos de 1441 a 1450. Nos desenhos, estão retratados brasões e escudos junto com uma série de imagens religiosas de diversos tipos.

A famosa janela do coro foi produzida no ano de 1441 na cidade próxima de Ulm, sendo posteriormente transportada para a capital da Suíça. A abóbada situada na parte superior, no teto, remete ao período anterior à implantação da reforma protestante. Essa parte é decorada com as imagens de 87 santos que representam o paraíso. A obra foi criada por Niklaus Manuel, reconhecido como o melhor artista da cidade à época.

Seguros Promo

6.         Barengraben: recanto dos ursos

O Barengraben é uma espécie de área no qual podem ser encontrados ursos, no extremo oeste da cidade velha de Berna, próximo ao Nydeggbrücke e ao rio Aar.

O local abriga alguns dos famosos ursos da região, permitindo que o visitante caminhe pela área e registre fotos dos ursos em seu habitat, aprendendo mais sobre eles ao longo do caminho. Desde 2009, o local conta com uma área adjacente – o BärenPark – instalada ao longo do Rio Aar. Tanto o Bärengraben como o BärenPark são administrados como parte do Zoológico Dählhölzli da cidade.

Seguros Promo

7.         Rosengarten (Jardim de Rosas): fechando com chave de ouro as dicas do que fazer na capital da Suíça

Após conferir os ursos, outra parada obrigatória é conferir os mirantes existentes na área de Rosengarten. Por ali, você pode conferir as melhores vistas de toda a cidade de Berna, observando o contorno do Rio Aare sobre a capital da Suíça. Na mesma área em que existem os pontos de observação, está situado um parque no qual você pode aproveitar o momento para relaxar ou fazer um piquenique.

Por ali existem belíssimos conjuntos de rosas e gramados verdes, além de um restaurante com um grande terraço, que registrada uma grande movimentação de turistas, especialmente durante o verão. Não deixe de apreciar o pôr-do-sol enquanto estiver por lá.

bridge g88408516d 1920

Dicas de como chegar até Berna

Uma das melhores formas de deslocamento na Suíça é por meio de viagens de trem – e transporte público em geral. Seja a localidade em que você estiver, o transporte até Berna pode ser acessado de uma forma fácil e rápida. Os horários dos trens mais atualizados estão sempre disponíveis em aplicativos para os celulares e dispositivos móveis.

Em grande parte do dia, trens vão e voltam de Berna das cidades principais. Assim, você não terá problemas para chegar à estação e pegar um trem para a capital da Suíça, e caso seja o seu objetivo – retornar à cidade na qual estadia.

Para economizar no trajeto – uma vez que as viagens de trem não são baratas na Suíça – é compre um Swiss Travel Pass ou Half Fare Card. Isso vai baratear o custo da passagem e traz um alívio para o bolso caso utilize o transporte com frequência.

Veja também!

Saiba é o salário mínimo na Suíça. Você não vai acreditar!

Como se preparar para o Clima na Suíça

Roteiro de um dia em Genebra, veja o que deve conhecer!

Emissão de visto para Portugal ficará mais fácil, veja!

Como abrir uma conta na Suíça sem morar no país?

Veja mais sobre os idiomas ofíciais da Suíça aqui!

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment - Seguros Promo

Mais populares