quarta-feira, agosto 17, 2022
spot_img
HomeEuropa e DemaisSuiçaSalário mínimo na Suíça: você não vai acreditar quanto é!

Salário mínimo na Suíça: você não vai acreditar quanto é!

Você sabe como funciona o salário mínimo na Suíça? Em comparação com a maioria dos países, a grana é muito significativa: vamos falar de Genebra onde ele é de 3700 euros, o que equivale a cerca de 19.570 reais. O valor pode parecer muito alto, ainda mais convertendo para o real. Mas será que levando em consideração o custo de vida no país ele é o suficiente?

Por mais incrível que pareça, todo o dinheiro que compõe o salário mínimo na Suíça é capaz de cobrir as despesas básicas dos trabalhadoresl. Isto porque a Suíça é um dos melhores países para se morar, mas também está entre os mais caros. Mas calma, antes de tirar conclusões precipitadas, vamos entender melhor esta história.

Antes, uma observação importante. O país não dispõe de um sistema unificado de pagamento de salário mínimo. Assim, cada região, cada canton, é responsável por resolver essa questão de forma própria. E Genebra recentemente estipulou o pagamento de salário mínimo mais alto de todo a Suíça.

salário mínimo na Suíça
Genebra vista de cima!

Como se calcula o valor do salário mínimo na Suíça

O valor de 3.700 euros foi estabelecido em Genebra para que um trabalhador ganhe no mínimo, 21 francos suíços por hora (cerca de 21 euros). E há uma explicação perfeitamente plausível para este valor ser tão alto.

Esta é uma das zonas mais ricas da Suíça. Afinal de contas, trata-se de um polo bancário, muitas organizações internacionais como a ONU escolheram a cidade como sede. E claro, somado a tudo isto há ainda o aspecto turístico da região, visitada por muita gente.

Assim sendo, mais do que gente cheia da grana, Genebra também tem milhares de profissionais muito qualificados de diferentes setores que ganham muito bem. Para atender todos esses profissionais também é preciso pagar bem os pretadores de serviços como garçons, funcionários de hotéis, profissionais de limpeza e cabeleireiros são alguns exemplos. É justo, toda essa galera precisa lutar para pagar as contas e sobreviver em um local com o custo de vida tão alto.

A decisão de estipular o salário mínimo na Suíça a 23 francos por hora teve uma relação direta com a pandemia. É que durante os meses de lockdown, os bancos de alimento de Genebra registraram grandes filas e chamaram a atenção do mundo todo. Desta forma, com a situação difícil de parte dos moradores locais, surgiu a proposta de estipular um valor de pagamento próximo aos 4 mil euros.

Informações importantes que justificam o salário mínimo considerado alto

Bom, para além da questão da dificuldade dos habitantes de Genebra em comprar comida, há ainda outros custos que o cidadão da região deve arcar. E eles não são baratos. Para você ter uma ideia da dimensão do quanto um morador local pode gastar:

  • Alugar um quarto individual na cidade custa uma média de 1000 francos por mês;
  • Além disso, uma pessoa pode gastar até 500 francos com comida neste período;
  • Fora isto, planos de saúde estão na base de 350 francos e são obrigatórios;
  • Há ainda contas básicas como luz, aquecimento, entre outras;
  • Lembre-se que impostos ainda incidem nesse salário;
  • E tudo isto sem contar gastos com transporte, internet, celular…

Colocando tudo isto na ponta do papel, fica mais fácil entender porque o salário mínimo na Suíça e especialmente em Genebra, embora pareça alto, acaba sendo suficiente para o básico.

E agora, para instituir estes novos valores, algumas medidas serão adotadas.

Todas as empresas que atualmente pagam menos de 23 francos por hora para seus funcionários terão que aumentar o valor. Vale lembrar que esta decisão não partiu oficialmente do governo, mas sim como uma iniciativa do povo. Isto porque a mobilização popular reunião assinaturas suficientes para validar essa proposta, com 58% das pessoas a favor dela e 42% contra. Na Suíça é possível organizar pedidos populares que “obrigam” ao governo colocar esse pedido em votação e assim a maioria dos eleitores escolhem o que acham melhor e mais justo. Um exemplo de democracia e participação nas decisões de governo.

É claro que quem não está muito satisfeito com ela são empregadores, sobretudo de setores que foram afetados pela pandemia. Neste sentido, fazem parte deles bares, restaurantes e hotéis, por exemplo. E é aí que a situação ganha alguns contornos dramáticos.

salário mínimo na Suíça

O outro lado da história do salário mínimo na Suíça

Para muitos donos de estabelecimento, o consenso é que não há nada de errado em pagar 23 francos aos empregados. Para eles o problema, no entanto, está na falta de condições para isto. Muitos empregadores defendem que não há condições de estipular este salário aos funcionários.

Algumas pessoas afirmam, inclusive, que precisarão fechar seus negócios caso tenham que cumprir com essa regra. E de fato, há de se considerar que a pandemia trouxe problemas bem graves para muitos setores em todo o mundo. Dessa forma, empregadores de vários tipos de estabelecimento diferentes temem pelo futuro de seus negócios.

Mas, ao mesmo tempo, não há sinal de que o custo de vida na cidade pode diminuir. Isto acaba criando uma espécie de círculo vicioso, onde o salário mínimo na Suíça instituído em Genebra ajuda quem não conseguia se manter. Em escala global, a Suíça é o terceiro país mais caro do mundo. Por isso seus moradores conseguem apenas sobreviver com o básico, mesmo ele sendo alto. Há opções de trabalhar em Genebra e morar na França bem pertinho da fronteira, mas isso é assunto para outro post.

Saiba é o salário mínimo na Suíça. Você não vai acreditar!

Como se preparar para o Clima na Suíça

Roteiro de um dia em Genebra, veja o que deve conhecer!

Emissão de visto para Portugal ficará mais fácil, veja!

Como abrir uma conta na Suíça sem morar no país?

Veja mais sobre os idiomas ofíciais da Suíça aqui!

8 dicas para sua viagem para a Suíça

Conheça a bela capital da Suíça. Sabe qual é?

Seguros Promo

Destaques da lei trabalhista do país

E para além dessas informações, é importante ter em mente como funcionam algumas leis e mecanismos trabalhistas na Suíça. Assim sendo, dá uma olhadinha nas informações abaixo:

  • De acordo com a lei trabalhista da Suíça, o país deve pagar 13º salário para todos os seus trabalhadores;
  • Assim como no Brasil e em outros países, o pagamento da grana para as pessoas ocorre de forma mensal;
  • Além disso, a quantia bruta que um funcionário pode ganhar é negociada antes dele começar o seu trabalho;
  • Também conforme a lei suíça, o máximo de horas de trabalho permitidas por semana é 45 em escritórios e cargos técnicos e 50 horas para demais assalariados.
  • E claro, questões como descontos para aposentadoria, afastamentos temporários ou permanentes e férias remuneradas, entre outros, também estão na lei.

Um destaque importante é que estas leis valem para qualquer morador da Suíça, inclusive para os estrangeiros. Quem vem de fora para viver e trabalhar no país, aliás, também tem a chance de grandes e expressivos ganhos por seu trabalho.

É claro que tudo depende da área escolhida e do nível de qualificação do profissional. Pessoas que tem formação e vem de outros países para a Suíça acabam recebendo, em média, um salário de 4.873 francos por mês. Este é um valor interessante e maior do que o salário mínimo de Genebra. Mas para o estilo de vida de alguns moradores locais, ele pode não ser o suficiente.

salário mínimo na Suíça

Considerações finais sobre o salário mínimo na Suíça

Mesmo que o valor de 23 francos por hora tenha sido estabelecido em Genebra, não sendo um consenso no resto do país, esta é uma questão importante para seus moradores. É claro que há regiões com o custo de vida menos elevado.

Neste sentido, a questão do salário mínimo na Suíça segue sendo discutido de forma constante. Afinal de contas, há muitas pessoas que precisam deste dinheiro para sobreviver no país, e ainda assim conseguem apenas o básico com relação as despesas do dia a dia.

Um aspecto importante em meio a isso tudo é que, assim como em outros países, várias pessoas na Suíça acabam tendo um segundo emprego, ou pegando trabalhos temporários para complementar sua renda. Desta forma, a situação acaba sendo bastante delicada para muitos.

Vale ressaltar que o sindicado dos trabalhadores do país é bastante ativo e engajado neste tipo de questão. Para ajudar profissionais assalariados da Suíça, o órgão encabeça várias ações, principalmente relativa aos salários pagos em diferentes setores. Por fim, outra questão que precisa ser levada em conta é o valor do franco suíço em comparação a outras moedas. Seu preço é um dos mais elevados por conta da grande solidez econômica do país. Assim, é normal que haja reflexos desta forma nos preços de mercadorias e itens internos do país. Seja como for, o exemplo de Genebra mostra a importância de articular pagamentos justos a todos os moradores de lá.

Gostou de saber esses detalhes sobre o salário mínimo na Suíça e em Genebra? Veja mais dicas!
Como se preparar para o Clima na Suíça

Roteiro de um dia em Genebra, veja o que deve conhecer!

Emissão de visto para Portugal ficará mais fácil, veja!

Como abrir uma conta na Suíça sem morar no país?

Seguros Promo
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment - Seguros Promo

Mais populares